O mais temido aconteceu: Britânicos não podem vir para Portugal

O mais temido aconteceu: Britânicos não podem vir para Portugal
Printest

Durante algum tempo foi-se especulando sobre a possibilidade de o nosso país integrar a "lista negra" do Reino Unido, pois o pior aconteceu. Podem ir para Espanha e até para Itália, mas para Portugal não.

O Reino Unido abrirá os corredores aéreos com vários países europeus a partir de 10 de Julho, incluindo Espanha e Itália, mas Portugal está fora da lista publicada pelo Governo britânico. Isto significa que os portugueses que viagem para Inglaterra ou os ingleses que regressem ao seu país vindos de Portugal terão de cumprir uma quarentena de 14 dias à chegada.

Isto tudo porque para o Reino Unido, Portugal não é considerado um país seguro. No entanto existe duas excepções, os Arquipélagos dos Açores e da Madeira, pois “foram avaliadas como não apresentando mais um risco inaceitavelmente alto para os britânicos que viajam para o estrangeiro”, anunciou o Executivo britânico.

A Embaixada do Reino Unido, em Portugal, explicou num comunicado que “devido à incidência relativamente elevada de casos de COVID-19, principalmente na região da grande Lisboa, o governo britânico decidiu continuar a desaconselhar todas as viagens que não sejam essenciais para Portugal continental". Salientando que "em reconhecimento das taxas de infecção muito mais baixas nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores, bem como o facto dessas ilhas serem acessíveis através de voos directos do Reino Unido e terem controlos efectivos de entrada relacionados com a COVID-19, deixámos de desaconselhar as viagens não essenciais para essas regiões". A diplomacia britânica, em Portugal, anunciou no comunicado que "esta alteração tem efeito a partir do dia 04 de Julho. No que diz respeito à quarentena obrigatória de catorze dias para as pessoas que chegam ao Reino Unido, essa medida permanecerá por enquanto em vigor para todas as pessoas que chegarem ao Reino Unido vindas de Portugal (no seu todo)”.

Pedro Siza Vieira já tinha afirmado que estava em “discussões” com o Governo britânico para tentar explicar que “Portugal, no seu conjunto todo e uma parte dos destinos dentro do país, como o Algarve e o norte do país, são destinos seguros”.

Os países que os britânicos poderão visitar, sem terem de ficar em quarentena à chegada ao seu país são: Andorra, Alemanha, Antígua e Barbuda, Grécia, Noruega, Aruba, Gronelândia, Polónia, Austrália, Granada, Réunion, Áustria, Guadalupe, San Marino, Bahamas, Hong Kong, Sérvia, Barbados, Hungria, Seychelles, Bélgica, Islândia, Coreia do Sul, Bonaire, Santo Eustáquio e Saba, Itália, Espanha, Croácia, Jamaica, São Bartolomeu, Curaçau, Japão, São Cristóvão e Nevis, Chipre, Liechtenstein, Santa Lúcia, República Checa, Lituânia, São Pedro e Miquelão, Dinamarca, Luxemburgo, Suíça, Dominica, Macau, Tailândia, ilhas Faroe, Malta, Trindade e Tobago, Fiji, Maurícias, Peru, Finlândia, Mónaco, Cidade do Vaticano, França, Países Baixos, Vietname, Polinésia Francesa, Nova Caledónia e Nova Zelândia.

Votação Pública Festival ART&TUR

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade