Um charro em troca de um balde de lixo

Um charro em troca de um balde de lixo
Marian Erbach

Um jovem alemão cansado de ver a praia jamaicana, onde tem o seu Hostel, decidiu colocar um anúncio a informar que oferecia um charro a quem lhe trouxesse um balde de lixo.

 

O alemão de 33 anos, Marian Erbach, fartou-se de ver a praia com lixo e plástico espalhado por todo o lado e lembrou-se de propor uma troca pela limpeza da mesma.

Foi com "Um charro grátis por um um balde cheio de lixo” que Marian Erbach começou a limpar a praia jamaicana frente ao seu Germaican Hostel.

Não se pode afirmar que seja um negócio muito frequente, mas Erbach pensou em tudo para que fosse possível “salvar” a linha costeira paradisíaca, que cada vez mais tem sido conspurcada pelo lixo.

Segundo o canal luxemburguês RTL Today citado pelo Observador, o hoteleiro que tem passado os últimos anos a viver no país caribenho, estava saturado de ver as praias de Port Antonio, a localidade onde se encontra o seu Hostel, completamente forradas de plástico e outros tipos de lixo.

Charro troca balde de lixo 85877

Foi enquanto procurava uma possível solução para este problema que se lembrou de oferecer o charro a quem contribuísse para a limpeza dando-lhe um balde de lixo.

O empresário decidiu, então, comprar 56 gramas de erva — quantidade máxima prevista na lei que cada pessoa pode ter consigo — e dividi-las por 56 charros. Não só não há nenhuma transacção comercial envolvida, o que seria punível criminalmente (é visto com uma troca), como não é ultrapassado o limite criminal de posse.

Em apenas meia hora foi abordado por um jovem que lhe pediu um balde (ele empresta-os) e que depois voltou para fazer a troca e receber a sua “recompensa”.  O alemão recebe o lixo e entrega-o, depois, às autoridade sanitárias locais, que se encarregam de o tratar.
Fonte: Observador

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade