Palmela renova as propostas inovadoras no Dia dos Namorados

Palmela promete conquistar corações durante o mês de fevereiro com um conjunto de sugestões para o próximo dia 14 de Fevereiro, Dia de São Valentim.


“Dos fins-de-semana gastronómicos para os mais “enamorados”, às serenatas dedicadas à pessoa amada até às visitas às adegas locais, Palmela vai continuar a arrebatar emoções até dia 24 de Fevereiro” apresentando diversas propostas musicais, desportivas e turísticas que serão certamente bem acolhidas por todos ou quase.


Espectáculos nas sociedades filarmónicas, mostras de artesanato e de produtos regionais e rotas turísticas pelas vinhas de Fernando Pó são outras das propostas já agendadas e às quais se soma ainda o Palmela Trail, uma das onze provas do Circuito Lisboa Trail e que no dia 17 de fevereiro inscreve o Concelho no calendário de trail running (corrida pedestre em natureza).


As propostas para os mais românticos começaram já no dia 11 de Fevereiro, com São Valentim a marcar presença na Filipe Palhoça Vinhos e prossegue, no dia 14, com mais brindes na Casa-Mãe da Rota de Vinhos, Quinta do Piloto, Casa Ermelinda Freitas e Casa de Atalaia.


Para um jantar especial são vários os cardápios locais que apresentam sugestões românticas para este mês com 23 restaurantes aderentes aos fins-de-semana gastronómicos dos “Enamorados” e ainda outros pacotes especiais no restaurante D’Caco ou no Montado Hotel & Golf Resort.

É na aldeia do Poceirão que os mais românticos poderão dedicar uma serenata ao seu amor, pelas 21:00 do dia 16 de Fevereiro.

A Noite das Serenatas, que percorre as ruas da aldeia, sugere ainda uma visita à exposição “Lenços dos Namorados” e uma dança no “Baile dos Namorados”, com animação pelo grupo Zikhamu e por Leónia de Oliveira.
Uma noite, que promete, e que conta ainda com a participação especial do grupo TELA – Teatro Estranhamente Louco e Absurdo. 

Com recursos e produtos de excepcional qualidade, desde a gastronomia, aos vinhos, ao património cultural e natural, Palmela assume-se assim, cada vez mais, como um concelho inovador que se diferencia pelas inúmeras experiências que proporciona aos seus visitantes e residentes.
Este ano, a preparar a candidatura de Palmela a Cidade Criativa da Música da Unesco, o Município de Palmela continua a potenciar as mais-valias de um território que não esgota as suas potencialidades turísticas.”

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade