Russia pretende sair do Festival Eurosivão da Canção devido à vitória de Conchita Wurst

Russia pretende sair do Festival Eurosivão da Canção devido à vitória de Conchita Wurst
Thomas Hanses

Deputados russos propuseram hoje a criação duma nova versão do Festival Eurovisão da Canção, após a vitória no domingo do travesti austríaco Conchita Wurst, também conhecido como a "mulher barbuda", que originou contestação na Rússia.

 

O deputado comunista Valeri Rachkine apelou às autoridades russas para abandonarem o concurso da Eurovisão e organizarem uma competição paralela, que seria designada como "Vozes da Euro-Ásia".

 

"O resultado do último concurso da Eurovisão foi a gota de água que fez transbordar o copo", afirmou o deputado diante do Parlamento.

"Temos de sair da competição, não podemos mais suportar esta loucura", acrescentou Valeri Rachkine, citado pela agência russa Interfax.

"Não gostam das nossas mulheres porque elas não têm barba", disse um outro deputado, Oleg Nilov, do partido Rússia Justa.

"Não gostam das nossas canções", reforçou o mesmo parlamentar, antes de entoar uma canção popular diante do hemiciclo.

 

 

A Igreja ortodoxa russa foi outra das vozes críticas, considerando que a vitória de Conchita Wurst, o 'alter ego' do cantor austríaco Thomas Neuwirth, "foi mais um passo em direcção a uma rejeição da identidade cristã na cultura europeia", segundo o porta-voz Vladimir Legoida.

 

 

Centenas de internautas russos protestaram nas redes sociais contra a vitória de Conchita Wurst, publicando, por exemplo, fotografias onde cortavam a própria barba.

"Faz também a tua barba para protestar", escreveu um internauta russo da cidade de Tcheliabinsk, mensagem que angariou várias centenas de apoiantes.

Algumas figuras públicas russas, nomes do meio televisivo e musical, também divulgaram fotografias em que surgem com os rostos cobertos com espuma de barbear.

Mas, outros nomes do meio artístico russo, como foi o caso da cantora de ópera Anna Netrebko, manifestaram a sua solidariedade com a vencedora da competição europeia.

 

 

A comunidade russa LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgénero) anunciou entretanto a realização de uma marcha de mulheres e homens barbudos em Moscovo a 27 de Maio, dia em que é assinalado o 21.º aniversário da abolição das ações judiciais contra homossexuais.

 

 

Conchita Wurts venceu no domingo a competição da Eurovisão que decorreu este ano em Copenhaga, Dinamarca.

A canção da Áustria, "Rise Like a Phoenix", não era uma das favoritas mas acabou por conseguir 290 pontos, seguida das canções da Holanda (238 pontos) e da Suécia (218 pontos), segundo os dados oficial da competição.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade