Espanha e Portugal: Iko Resorts perspectiva investir750 milhões em hoteis

A Iko Resorts, com quatro unidades de  cinco estrelas, tudo incluido., na Grécia está já a trabalhar em Espanha num primeiro projecto que terá lugar em Estepona, na Costa do Sol e procurando hipóteses de ter mais quatro complexos na Península Ibérica.


A Ikos Resorts, uma empresa com uma série de resorts de luxo com tudo incluído e uma posição significativa no segmento 5 estrelas, começou a sua expansão internacional com a confirmação do investimento de 750 milhões de euros em diferentes projectos de hotéis em Portugal e Espanha.


A Ikos Resorts, que detém ao momento quatro resorts na Grécia e chegou recentemente à Espanha com o seu primeiro projecto na Costa do Sol, lançou um fundo de investimento com “a Goldman Sachs AM, Oaktree Capital e Hermes GPE e duas importantes family offices, para o seu desenvolvimento e expansão internacional, que se focarão na primeira fase em Espanha e Portugal”.

A empresa desenvolveu uma análise detalhada de possíveis oportunidades em Portugal e Espanha pelo que de momento tem em análise mais de 100 projectos com o objectivo de iniciar os trabalhos nos próximos cinco anos. Entre as principais opções, estão o Algarve, a Costa Mediterrânica Espanhola e as Ilhas Baleares.

 

"Com um claro conceito e uma oferta reconhecida no segmento alto, a Ikos Resorts proporciona aos seus hóspedes uma experiência Infinite Lifestyle, um conceito que redefine a oferta de luxo com tudo incluído no Mediterrâneo. Isto permitiu-lhes serem reconhecidos pela TripAdvisor como o número 1 no mundo na categoria de Luxo com tudo incluído.

A Ikos Resorts tem cinco resorts de luxo com tudo incluído num total de 1.804 quartos. Quatro deles ficam na Grécia: Oceania e Olivia, na Península Chalkidiki; Dassia em Corfu e Aria em Cos, que irá abrir em maio de 2019.
O quinto será em Estepona (Costa do Sol, Espanha) e irá abrir em maio de 2020. O EBITDA da empresa tem crescido com a abertura dos vários estabelecimentos, com uma previsão de 85 milhões de euros para 2019.", refere a nota de imprensa

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade