Primeiros concertos de câmara da OSP com Bruno Borralhinho na direcção musical

Primeiros concertos de câmara da OSP com Bruno Borralhinho na direcção musical
Jornal Hardmusica

Dias 25 e 27 de Outubro, o Teatro Nacional de São Carlos inicia a sua Temporada de Câmara, com dois concertos com violoncelo e direcção musical de Bruno Borralhinho e com a Orquestra Sinfónica Portuguesa.

 

O violoncelista e maestro português  Bruno Borranhinho é o elo de ligação dos dois primeiros concertos da Temporada de Câmara que o São Carlos apresenta em Outubro e é sobre ele que a Dresden Neueste Nachrischten e a Strings Magazine frases de grande apreço.

Borralhinho é diretor artístico do Ensemble Mediterrain e membro da Orquestra Filarmónica de Dresden. Apresentou-se como solista com as principais orquestras portuguesas e obteve o primeiro prémio no Prémio Jovens Músicos.
As suas gravações dedicadas à música portuguesa mereceram as melhores críticas do público e imprensa nacionais e internacionais, tendo a última (Naxos, 2016) sido galardoada como a melhor do ano pela Violoncello Foundation de Nova Iorque.

Para estes dois concertos estão reservadas obras de Mozart, Tchaikovski e R. Strauss, entre outros, destacando-se, no dia 25, a obra mais conhecida de Mozart: Eine Kleine Nachtmusik.

Os concertos realizam-se no Salão Nobre de São Carlos e têm o preço único de 10€.


Concerto dia 25 de Outubro, pelas 19:00

Vertklärte Nacht é, na sua forma original, um quarteto de cordas escrito por Arnold Schoenberg em 1899, inspirado no poema homónimo de Richard Dehmel. A obra, apenas com um andamento, pode ser dividida em cinco secções distintas que se referem exactamente às cinco estrofes do poema. Em 1917, Schoenberg fez um arranjo para orquestra de cordas, voltando a rever essa mesma versão em 1943.

O Nocturno para violoncelo e orquestra de cordas é um arranjo que Piotr Ilitch Tchaikovski fez do Nocturno incluído nas suas Seis peças para violoncelo e piano, compostas em fevereiro de 1873. Seria estreado publicamente no Châtelet de Paris em 1888.

Eine Kleine Nachtmusik é, possivelmente, a obra de Wolfgang Amadeus Mozart mais facilmente reconhecida. Escrita em Viena quando Mozart estava ocupado com a ópera Don Giovanni, terá sido fruto de uma encomenda cujo local e data de estreia não foram registados.


Concerto dia 27 de Outubro,pelas 20:00

A Abertura em Ré maior é uma curta e divertida peça escrita por Luigi Boccherini aquando da sua estadia como compositor na corte do rei da Prússia.
O tratamento conferido às cordas é de tal modo excepcional e imaginativo que nos recorda a escrita mozartiana.

Carl Philipp Emanuel Bach, segundo filho de Johann Sebastian Bach, legou-nos uma volumosa obra com mais de 750 composições. Muitos dos seus concertos para tecla foram transcritos para outros instrumentos, como é o caso do seu Concerto para violoncelo em Lá maior, composto em 1753 e que apresenta enormes dificuldades técnicas e longas passagens virtuosísticas.

Richard Strauss, inspirado pela comédia de Molière “Le Bourgeois Gentilhomme”, escreveu entre 1911 e 1917 a suite com o mesmo nome. Pouco usual nas obras deste compositor, a música denota um sabor barroco muito acentuado e com partes inspiradas em árias de Jean-Baptiste Lully, que escreveu a música de cena para a peça original de Molière estreada em 1670.


Ficha Artística

TEMPORADA DE MÚSICA DE CÂMARA

Teatro Nacional de São Carlos - Salão Nobre

25 de outubro de 2018, 19h

Arnold Schoenberg [1874–1951], Verklärte Nacht

Piotr Ilitch Tchaikovski [1840–1893], Nocturno para Violoncelo e Orquestra de cordas

Wolfgang Amadeus Mozart [1756–1791], Eine Kleine Nachtmusik

Violoncelo e direcção musical Bruno Borralhinho

Orquestra Sinfónica Portuguesa

 

27 de Outubro de 2018, 20:00

Luigi Boccherini [1743–1805], Abertura em Ré Maior, op. 43

Carl Philipp Emanuel Bach [1714–1788], Concerto para Violoncelo em Ré Maior

Richard Strauss [1864–1949], Le Bourgeois Gentilhome, Suite, op. 60

Violoncelo e direcção musical Bruno Borralhinho

Orquestra Sinfónica Portuguesa

Maestrina titular Joana Carneiro

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade