Web Summit não é só alta tecnologia será palco de concertos com "banda sonora para o futuro"

Os artistas Rita Maia, Gume, Batida e Shakalion actuarão no dia 08, na LX Factory, em Lisboa, a convite da Web Summit, um dos maiores eventos de tecnologia, inovação e empreendedorismo,

 

A Web Summit, a alta tecnologia que mais uma vez vai estar em Lisboa,  decidiu ter um palco de actuações, intitulado "Un/Signed", onde se exibirão quatro artistas que fazem parte da "banda sonora para o futuro do país",  e que são "talentos musicais portugueses que ainda não têm um contrato com nenhuma editora".


Os concertos serão todos no dia 08, com a DJ e radialista portuguesa Rita Maia, radicada em Londres, com o DJ Shakalion, com os Gume, grupo de Yaw Tembe que vagueia entre o jazz e o rap, e com Batida, ou seja o músico luso-angolano Pedro Coquenão, que mesmo tendo álbuns editados pela londrina Soundway Records, integra o grupo.


A iniciativa "Un/Signed" é promovida pela Web Summit em parceria com a plataforma digital portuguesa Tradiio, que esteve presente em 2016 nesta "cimeira tecnológica".


Considerada dos maiores eventos de tecnologia, inovação e empreendedorismo, a Web Summit vai decorrer em Lisboa, pelo segundo ano consecutivo, entre os dias 06 e 09 no Altice Arena, antigo Meo Arena, mais conhecido pelo nome de origem ou seja Pavilhão Atlântico e na Feira Internacional de Lisboa.


Este ano contará com cerca de 60 mil participantes, dos quais seis mil são portugueses, mais de 20.000 empresas, 1.500 investidores e mais de 2.500 jornalistas internacionais de 100 países.

Estão previstas 25 cimeiras temáticas sobre temas como código, dados, conteúdo, design, empresas, moda, tecnologia de saúde, 'marketing', dinheiro, música, sociedade.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade