O Governo aprovou aos pedidos da AHRESP que "terão impacto positivo nas empresas"

O Governo aprovou aos pedidos da AHRESP que "terão impacto positivo nas empresas"
O Turismo PT

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) tem defendido a necessidade do reforço da liquidez das empresas, da maior protecção do emprego e do apoio ao pagamento das rendas comerciais.

O Governo respondeu ao apelo da AHRESP, aprovando medidas que "terão impacto positivo nas empresas do alojamento turístico e da restauração e similares, diminuindo o risco de insolvências e de despedimentos", conforme nota de imprensa.

As mesmas "irão ter um impacto positivo, atenuando a reconhecida débil situação de milhares de empresas destes sectores de actividade". A nota de imprensa explica que se trata de "mecanismos de alcance económico e financeiro, de médio prazo, estendidos ao longo do primeiro semestre de 2021".

A AHRESP reconhece a disponibilidade do Governo na procura de soluções equilibradas e com oportunidade.

O pacote de medidas apresentado percorre cinco áreas de intervenção, nomeadamente, apoio ao emprego, alargamento do Apoiar, apoio ao pagamento de rendas, fiscalidade e financiamento. Foram ainda "sinalizadas medidas específicas para os estabelecimentos legalmente encerrados desde Março", salienta.

A associação tem "procurado, permanentemente, apresentar ao Governo e à opinião pública, a real situação das empresas (...), suportada pelo conhecimento profundo que tem do tecido empresarial destas actividades económicas e dos inquéritos realizados ao longo de todos os meses".

Na nota de imprensa refere que aguardam "a rápida implementação deste conjunto de medidas", manifestando total disponibilidade em continuar a trabalhar com o Governo e "em particular com o Ministério da Economia".

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade