Novos hoteis abrem em Madrid nos próxmos meses

Marcas internacionais da Hotelaria, como Four Seasons,W,Mandarin Oriental e a maiorquina Riu inauguram em breve as suas unidades hoteleiras em Madrid,

 

 Em menos de três anos Madrid tornar-se-à numa cidade mais luxuosa graças ao investimento de cadeias hoteleiras internacionais como a Four Seasons, Marriott ou Hard Rock e nacionais como a Riu, que têm alterado a sua economia com um número consideravel de quartos “cinco estrelas” atraindo milhões de turistas nacionais e estrangeiros.


Four Seasons de Canalejas, o complexo de Canalejas, situado no coração de Madrid, ao lado da Puerta del Sol, terá 22 vivendas de luxo e o primeiro hotel em Espanha, da marca canadiana Four Seasons. Contará ainda com uma galeria comercial com mais 40 locais ocupados por lojas de moda e de joalharia bem como de restaurantes. Alguns aventuram-se mesmo a chamar-lhe a nova milha de ouro.
O hotel terá 200 quartos, com a particularidade de que numa das suas suites está o escritório do antigo director do Banesto que um dia foi ocupado por Mario Conde. No que respeita às vivendas , a maioria foi vendida a um preço que ronda os €15mil por metro quadrado.

Na mesma praça do Four Seasons ficará o Hotel W Madrid, o primeiro da cadeia de luxo norte americana Marriott na capital espanhola. Os seus 136 quartos e suites, inspiradas na obra de El Bosco, “Jardim das Delícias” deu-lhe a categoria máxima de cinco estrelas.

O Hotel Ritz, um dos mais emblemáticos da cidade é propriedade do grupo Mandarin Oriental Hotel, fechou durante mais de ano e meio para realizar uma reforma de mais de €99 milhões. É uma estratégia dos hoteis que se remodelam para satisfazer uma procura internacional cada vez mais exigente.

As alterações a destacar dizem respeito à incorporação de uma cobertura de cristal no centro do hotel e a mudança do restaurante principal para o seu lugar de sempre com acesso directo ao terraço ajardinado, a construção de um ginásio completo e uma piscina coberta.

O grupo Mandarin Oriental destaca que esta reforma de grande escala, dirigida pelo arquitecto espanhol Rafael de La-Hoz, melhora em muito as instalações e serviços do hotel, mantendo no entanto o estilo BelleEpoque que o caracteriza. A data de abertura está marcada para finais de 2019.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade