RIU Hotels & Resorts aposta agora em Pointe Sarène, no Senegal

A RIU chega ao Senegal com um investimento de 150 milhões de euros num projecto que será concretizado durante a promoção do desenvolvimento turístico do destino pelas autoridades locais.

 

A cadeia hoteleira RIU Hotels & Resorts anunciou a compra de 25 hectares de terreno na zona de Pointe Sarène, na costa oeste de Senegal, “um destino paradisíaco que se encontra em pleno processo de desenvolvimento turístico.”

Deste modo, a RIU Hotels & Resorts a cadeia consolida a sua aposta no continente africano, onde já possui seis hotéis,  cinco em Cabo Verde e um na Tanzânia e ainda mais cinco em Marrocos.

O investimento previsto é de 150 milhões de euros, um montante total que engloba a compra do terreno e o desenvolvimento dos futuros hotéis no destino.

 A aquisição do terreno, cujas dimensões irão permitir a construção de duas propriedades, ocorre no âmbito de colaboração que a cadeia internacional está a ter com a Sociedades para o Acondicionamento e Promoção da Costa e Zona Turística do Senegal (SAPCO), com a qual está a trabalhar estreitamente para a execução desta obra, que se encontra agora em fase de projecto e cujo início está previsto para Novembro.

O projecto da RIU no Senegal terá duas fases: uma primeira em que será aberto um hotel da gama Classic, que acolherá cerca de 500 quartos; e uma posterior, em que se pretende construir um hotel da linha Riu Palace, com capacidade para aproximadamente 800 hóspedes.


A intenção das autoridades locais e turísticas de promover o destino ficou patente no desenvolvimento do novo aeroporto internacional Blaise-Diagne em 2017, o qual se encontra a 35 km do terreno adquirido pela RIU, e de uma autoestrada que o une à cidade de Dakar.
Como complemento desta autoestrada e do projecto da cadeia hoteleira, está a ser construído um desvio que irá unir esta autoestrada a este novo destino em desenvolvimento.


Além de contratar e formar trabalhadores para a construção dos hotéis, a abertura de ambos implicaria que a RIU criasse cerca de 300 postos de trabalho após o desenvolvimento de cada uma das propriedades, sendo que se poderiam chegar a criar um total de 600 empregos com a inauguração dos dois estabelecimentos pela cadeia. Além disso, na sua aposta pelo desenvolvimento sustentável das novas aberturas, a cadeia já previu uma construção eficiente do primeiro dos edifícios neste destino.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade