A primeira cervejeira da marca Browers nasceu no Beato pelas mãos de Souto Moura

por: António Manuel Teixeira
A primeira cervejeira da marca Browers nasceu no Beato pelas mãos de Souto Moura
Super Bock Group

A primeira cervejeira da marca Browers, localizada no ecossistema empreendedor do Beato Innovation District, foi inaugurada na tarde de dia 02 de Julho, em Lisboa. 

A Browers Beato junta uma microprodução de cerveja, um restaurante - concessionado pela parceria com a Plateform - e uma área para eventos e workshops culturais e cervejeiros. É um espaço polivalente com aproximadamente 700 metros quadrados que é gerido pela The Browers Company, um spin off do Super Bock Group que investiu mais de 3,5 milhões de euros neste projeto. A abertura ao público está marcada para o próximo mês de outubro.

Para o presidente da Câmara Municipal de Lisboa: ”Este é um projecto fundamental para a Freguesia do Beato, e que vem reforçar o dinamismo da Fábrica de Unicórnios enquanto espaço onde a cultura e a tecnologia se encontram para gerar mais inovação na cidade.”

Os arquitectos Eduardo Souto de Moura e Nuno Graça Moura concretizaram o projecto arquitectónico de requalificação e modernização da antiga Central Elétrica da Manutenção Militar de Lisboa, onde a Browers Beato está instalada, com a missão de respeitar este património. Foram mantidos vários elementos da traça original, como as fachadas, a ponte móvel, o palco e as janelas, que passam a estar integrados num conceito mais contemporâneo e confortável, agora adaptado para produção cervejeira.

Para Eduardo Souto de Moura, “O edifício existente, datado do início do séc. XX, é composto por uma grande nave. O projecto previa reabilitar o espaço para instalar uma microcervejeira e restaurante/bar preparado para eventos diversos. "Integrámos as muito complexas instalações técnicas que o novo programa exige, enquanto procurámos manter o essencial do que encontrámos", explicou Souto Moura. Todos os elementos materiais relevantes, como caixilharias, revestimentos, etc. "foram recuperados". Um balcão longitudinal organiza o espaço, separando áreas públicas e de serviço. A maquinaria da central eléctrica, "há muito desaparecida, foi substituída por um conjunto de outros equipamentos que permitem novas funções. Julgamos que a 'atmosfera' industrial se mantém", frisa o Arquitecto. Remata: "As imagens antigas mostram que o espaço, no essencial, pouco se alterou, como era nossa intenção.”

Trazemos um conceito novo que combina muito bem a nossa expertise no mundo cervejeiro com inovação e experiências diferenciadoras, e através das três valências e com o apoio dos nossos parceiros estamos certos que vamos conseguir estar ainda mais próximo e envolvidos com os nossos consumidores,” afirma Rui Lopes Ferreira, CEO do Super Bock Group.

É através de uma estreita colaboração com a comunidade local e do envolvimento com o ecossistema empreendedor e criativo das zonas envolventes ao Beato Innovation District que a Browers Beato vai proporcionar um "ambiente único aos seus visitantes, ajudando a reforçar o papel e a intervenção do Super Bock Group na promoção activa da categoria de Cervejas em Portugal", refere o Grupo em comunicado.

Segundo o diretor executivo da Unicorn Factory Lisboa (UFL), parceiro empresarial do Super Bock Group para a Browers Beato, “A Browers Beato destaca-se pela abordagem inovadora no sector cervejeiro, e vem dinamizar o Beato Innovation District da UFL". Esta parceria representa "o compromisso de ambas as entidades em potencializar a inovação e o empreendedorismo na cidade", salientou Gil Azevedo.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways