A confiança e a comunicação serão fundamentais para impulsionar a indústria turística mundial

A confiança e a comunicação serão fundamentais para impulsionar a indústria turística mundial
Miniagencia

A Organização Mundial do Turismo (OMT) afirma que a confiança e a comunicação serão fundamentais para impulsionar a indústria turística mundial após o longo período de confinamento.

 

A directora da comissão regional da Europa da organização de turismo das Nações Unidas, Alessandra Priante, em entrevista à agência Efe, destacou "os reconhecimentos, certificações e validações de segurança são agora uma parte essencial na comunicação de um destino e esta situação provavelmente não irá mudar num futuro próximo, apesar da esperada disponibilidade de uma vacina"

A dirigente que participará na próxima semana no fórum virtual EURAGORA, organizado conjuntamente pelas agências Efe e Lusa, considerou que a saúde e a segurança, bem como o estado do sistema de saúde, são agora "elementos chave" para qualquer destino e são um elemento crucial nos planos de marketing.

Na sua opinião, o turismo provou ser a indústria mais resiliente e tem uma capacidade única para impulsionar a recuperação e o desenvolvimento das sociedades.

A OMT acredita que a recuperação deve andar de mãos dadas com pilares como "a sustentabilidade e a inovação, juntamente com uma utilização adequada dos dados, que terão de tornar-se o novo normal".

"A pandemia tem sido uma experiência de aprendizagem, e devem evitar-se os erros do passado", sublinhou.

Priante considerou que, "se o turismo de baixo custo significa turismo excessivo, então isto deve ser evitado com uma abordagem mais consciente dos fluxos turísticos, que devem ser geridos através da utilização de dados de uma forma inovadora e sustentável".

A OMT está a apoiar os países nos seus esforços para reiniciarem o turismo e, neste trabalho, representantes do alto organismo visitaram recentemente a Itália e as Ilhas Canárias para enviarem uma mensagem clara de que é seguro viajar novamente quando se tomam todas as precauções necessárias".

As agências de notícias de Portugal e Espanha, Lusa e Efe, vão debater o impacto da pandemia de covid-19 no Turismo, num fórum virtual conjunto, o EURAGORA, financiado pelo projecto-piloto europeu Stars4Media, que pretende apoiar a inovação no sector dos media, através da formação e da cooperação transfronteiriça dentro da União Europeia.

Os debates -- que serão transmitidos nos dias 15 e 16 de Julho, através de uma plataforma 'online' conjunta e das redes sociais de ambas as agências -- resultam de uma parceria inédita entre a Lusa e a Efe e juntarão organizações internacionais, comissários europeus, ministros e responsáveis regionais e locais dos dois países, e associações do sector do turismo e dos consumidores.

A abordagem ao tema assenta em dois grandes tópicos: 'Segurança, o que esperam os consumidores, como respondem indústria, governos, União Europeia?' (dia 15 de Julho, às 10:00 de Lisboa, aqui) e 'Reinvenção e oportunidades: sol e praia/urbano e cultural/turismo rural' (dia 16 de Julho, às 10:00 de Lisboa, aqui).
Texto: Lusa

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade