Ed Sheeran chamou estrangeiros ao Rock in Rio Lisboa

por: Ines Nunes
Ed Sheeran chamou estrangeiros ao Rock in Rio Lisboa
Rock in Rio

O segundo dia de Rock in Rio no Parque Tejo esgotou, e muitos dos turistas que vieram assistir aos concertos aproveitaram para conhecer Portugal.

O Rock in Rio Lisboa estreou-se, na edição de 2024, no Parque Tejo. Quando comparado com o recinto anterior, o novo apresenta dimensões consideravelmente maiores. O primeiro fim-de-semana ficou lotado, o que significou uma afluência de 80 mil pessoas. O Turismo PT esteve presente nos dias 15 e 16 de Junho, nos quais os cabeças de cartaz foram, respectivamente, Scorpions e Ed Sheeran.

Verificou-se, do primeiro para o segundo dia de festival, uma diferença notória no perfil dos espectadores. Na estreia da Cidade do Rock no local onde decorreu a Jornada Mundial da Juventude, a maioria dos festivaleiros, de entre a amostra que O Turismo PT entrevistou, eram portugueses ou turistas que vinham só para os concertos. Dia 16, o jornal encontrou mais estrangeiros, sendo que muitos deles aproveitaram a estadia em Portugal por um período mais prolongado, e para conhecer não só a capital como também outras cidades pelo país fora.

Um casal dos Estados Unidos da América confessou ter aproveitado o pretexto de ver Ed Sheeran para viajar. Começaram a semana com passeios pelo Douro, ficaram encantados com o sol e os vinhos nacionais, e continuarão o passeio até terça-feira, 18 de Junho. Um casal finlandês planeou as suas férias à volta do RiR e deslocar-se-ia, mais tarde, até ao Porto.

Dos portugueses que vieram e voltaram num mesmo dia, muitos optaram por vir a pé desde a estação de Sacavém ou do Oriente, tendo admitido que o fizeram por terem visto, nas redes sociais, ou sentido na pele, no dia anterior, as filas “assustadoras” que se criaram para os shuttles especiais. Contudo, houve também quem dissesse que a opção disponibilizada pela organização funcionou sem problemas e de forma rápida. Em termos de alojamento, quem passou apenas uma noite optou maioritariamente, quando possível, por ficar com amigos ou familiares.

Uma questão que vários entrevistados quiseram ainda salientar foram as casas de banho disponíveis. Apesar de, por baixo da pala de 2,9 milhões de euros, se encontrarem os sanitários mais caros do mundo, a vazão que conseguiram dar foi pobre, com filas que chegaram a percorrer centenas de metros.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways