Pintar a Sustentabilidade, uma união entre o Rock in Rio, as Nações Unidas e a Câmara de Lisboa

por: Mafalda Ferreira
Pintar a Sustentabilidade, uma união entre o Rock in Rio, as Nações Unidas e a Câmara de Lisboa
Rock in Rio

O Rock in Rio, as Nações Unidas e a Câmara de Lisboa juntam-se com o intuito de promover a sustentabilidade através da arte, desafiando artistas urbanos neste projecto.

Este ano, no emblemático festival Rock in Rio, a sustentabilidade vai ter um papel assertivo. Estas identidades juntaram-se num projecto, desafiando a Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa que, por sua vez, deu voz a artistas nacionais, expondo seis murais espalhados por toda a Cidade do Rock.

As temáticas expostas nos murais passam exactamente pelos objectivos do Desenvolvimento Sustentável, estes abordam temas como a preservação da natureza e do ambiente, a inclusão e o mundo plural, o papel da sustentabilidade nas sociedades do futuro e a alimentação saudável.

Os artistas que tornam este projecto uma realidade são, Mafalda MG, MIUDO, EFFE, o duo C’Marie e Egrito, 2CarryOn, Jaqueline Arashida e Los Pepes. Espalhados pela Cidade do Rock. A organização informa que "todos os murais têm disponível um QR Code onde pode encontrar toda a informação sobre os objectivos do Desenvolvimento Sustentável, a situação de Portugal neste contexto, as iniciativas já implementadas pelo Rock in Rio e ainda dicas simples a implementar no dia-a-dia".

A Vice-Presidente do Rock in Rio afirma,, em comunicado: “O Rock in Rio está totalmente alinhado para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e nesta edição reforçámos o nosso compromisso para com o futuro, ao lançar metas de sustentabilidade até 2030 com as quais publicamente nos comprometemos”.

Roberta Medina diz no cominicado: "Fomos o primeiro grande evento de música a compensar a sua pegada carbónica, há 15 anos. Pelo caminho foram dezenas de projetos, feitos e 35 milhões de euros investidos em projectos sociais e ambientais", salientando que "não iremos parar por aqui. O futuro é agora”.

Os murais, serão no final do evento, divididos em peças de arte e leiloados no habitual Leilão Solidário do Rock in Rio Lisboa 2022 na plataforma eSolidar.

Juntando-se aos murais, as habituais guitarras autografadas pelos artistas que passam pelos palcos, também estarão presentes. E uma outra novidade neste leilão, será a colaboração e a presença da Liga Portugal. Bolas autografadas pelos embaixadores da Liga e também por jogadores emblemáticos vão estar disponíveis no leilão.

A organização afirma que o valor conseguido no final do leilão vai ser doado para um projecto "de reflorestação numa zona de baldios em Fafião e Pincães, no Concelho de Montalegre, em parceria com a Forest Stwerdaship Council e para um projecto em parceria com a Associação Oceanos Sem Plástico, que sensibiliza, nas escolas, a importância da protecção do oceano e limpeza das praias". 

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade