“Lingua Franca” de Isabel Sandoval tem o tema pertinente da imigração ilegal

“Lingua Franca” de Isabel Sandoval tem o tema pertinente da imigração ilegal
Divulgação Queer

O filme “Língua Franca”, de Isabel Sandoval, apresentou-se na competição de longas metragens do Queer Lisboa, com um tema pertinente nos Estados Unidos - a imigração ilegal.

A actriz e realizadora de ascendência filipina, Isabel Sandoval, mostra nesta obra a questão da imigração ilegal nos Estados Unidos.

Assim surge na comunidade filipina um medo constante que a “carrinha preta” que transporta os imigrantes para a polícia surja no horizonte ou perto de casa.

A cuidadora, Oliva, tinha uma promessa de casamento com um americano, mas que à última da hora decide recusar. O medo e a incerteza, que a realizador pretende mostrar sobre o problema fica muito bem expressado neste acontecimento. Ouve-se, na rádio, Trump discursar que pretende expulsar todos os imigrantes ilegais.

Mas existe Alex o neto da senhora de quem Oliva cuida, com quem acabou por se "enrolar" sexualmente..

Mais tarde o neto da patroa chega a casa num momento em que a filipina via na televisão alguns dos seus compatriotas a serem levados na “carrinha preta” o que a assusta em demasia. Alex conforta-a, num desabafo muito choroso.

Entretanto um amigo de Alex vem a descobrir ao entrar no quarto da cuidadora o passaporte e repara que não se trata de uma mulher mas sim de um homem. Situação, que a realizadora guardou muito bem até este momento, uma vez que nunca foi perceptível ou que se suspeitasse que não fosse uma mulher. Alex fica bastante perturbado com a revelação e vai descarregar toda a sua raiva num saco de boxe, ao mesmo tempo que vai pensando

No entanto após pensar no assunto decide dizer-lhe que pretende casar com Oliva, no entanto a cuidadora apenas lhe pede o passaporte entregando-lhe de imediato. No entanto, apaixonado, Alex insiste no casamento e pede bastantes desculpas por ter retido o seu passaporte. .

O Amor é um sentimento estranho e poderoso pretende ultrapassa barreiras, fronteiras e muitas determinações políticas, conforme Isabel Sandoval explica nesta obra.

Texto elaborado com António Manuel Teixeira

Mídia

Divulgação

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade