Turismo: Portugal atinge 27 milhões de hóspedes em 2019

Turismo: Portugal atinge 27 milhões de hóspedes em 2019
O Turismo.pt

Em 2019 Portugal  recebeu 27 milhões de hóspedes, ou seja mais 7,3% do que no ano anterior.


Portugal  recebeu, em 2019, 27 milhões de hóspedes, ou seja mais 7,3% do que no ano anterior e registou 69,9 milhões de dormidas (+4,1%), com o turismo interno (+7,5%) a crescer a um ritmo ligeiramente superior ao dos hóspedes estrangeiros (+7,1%), concorrendo deste modo para a consolidação da sustentabilidade do sector no país.


O Reino Unido continua a ser o principal mercado emissor para Portugal, representando uma quota de 19,2% nas dormidas de não residentes, com os hóspedes a crescer 5,9% e as dormidas com acréscimo de 1,5.

Os mercados que mais cresceram, em 2019, foram os Estados Unidos da América (+20,2%) e a China (+16%).

Os resultados demonstram que os benefícios do turismo se estenderam a todo o país, com crescimentos mais significativos nas regiões Norte (+9,7% de dormidas), Alentejo (+7,6%) e Açores (+7,5%).

Para a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, os dados ora divulgados são “motivo de orgulho pelo trabalho feito por todos que revelam resultados, mais uma vez, históricos”. E Rita Marques crescenta “O turismo em Portugal continua a crescer nas vertentes interna e internacional e a ritmo bastante superior ao crescimento da procura mundial. Os resultados também continuam a demonstrar uma clara tendência de diversificação de mercados, com crescimentos exponenciais nos EUA e na China”,

Perante os resultados de 2019, a Secretária de Estado,salientou que continua a verificar-se crescimento sustentável dada a “redução contínua dos níveis de sazonalidade, ao mesmo tempo que o sector consolida a posição de maior actividade exportadora do país”.

Por outro lado, o sector emprega hoje mais de 400 mil pessoas, correspondente a 9% do total do emprego nacional.
“O turismo em Portugal é, hoje, uma actividade que se estende por todo o território, ao longo de todo o ano, pelo que a atração de recursos qualificados para esta actividade reveste uma prioridade”, frisou a governante

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade