Porto e Norte registou em 2019 o maior número de turistas de sempre

Porto e Norte registou em 2019  o maior número de turistas de sempre
Turismo Porto e Norte

Com mais de 10,7 milhões de dormidas entre Janeiro e Dezembro, Porto e Norte registou em 2019 o maior número de turistas de sempre

O Porto e Norte atingiu em 2019 o recorde absoluto de turistas, “com mais de 10,7 milhões de dormidas na região, registando um crescimento histórico de 9,7 por cento, o maior a nível nacional”.


Luís Pedro Martins, presidente da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) perante tais números afirma “este resultado é motivo de grande satisfação, nomeadamente pelo facto de ser conhecido no mês em que a direção da TPNP está a comemorar o seu primeiro ano de mandato”.
Por outro lado, “representa o sucesso do trabalho que tem sido desenvolvido por todos os players, que têm sabido aproveitar as enormes potencialidades desta região. Estamos todos de parabéns, entidades públicas e privadas do sector”.

Continuando, Luís Pedro Martins salienta, que “o recorde registado em 2019 não significa que está tudo feito, longe disso, é antes um factor motivacional para todos”.

Pelo que “Temos de continuar a aposta na promoção, no investimento na sustentabilidade económica, cultural, social e ambiental do turismo na região, na criação de condições que permitam aumentar a estada média e o número de turistas que vão para além dos grandes centros urbanos, nomeadamente para o interior”, referiu.

Ainda no que toca às dormidas, no mês de dezembro, o Norte foi, a seguir aos Açores, a segunda região que mais cresceu (+12,3%), “concentrando 18,9 por cento do total de dormidas a nível nacional, resultado apenas superado pela Área Metropolitana de Lisboa”.


Em 2019, a região Norte revelou ainda um maior crescimento do número de dormidas de não residentes (+12,3%), demonstrando a crescente atractividade deste destino, registando-se um total, de 6,4 milhões de dormidas de não residentes entre Janeiro e Dezembro.

No conjunto do ano de 2019, há ainda a destacar “o aumento das dormidas no município do Porto, que teve um crescimento de 10,9 por cento, representando 6,5 por cento do total de dormidas a nível nacional”.

Deste modo o mercado interno revelou um crescimento de 1,7 por cento e os mercados externos aumentaram 13 por cento.

Entre os municípios mais representativos no total nacional, Matosinhos sobressaiu com a maior quota de residentes (60,2%), seguindo-se Braga (51,8%).

De salientar que a região Norte foi, em conjunto com o Algarve, “a única que registou ligeiro crescimento da estada média (+0,2%) durante o mês de Dezembro.

Em termos de proveitos nos estabelecimentos de alojamento turístico, Dezembro foi, na generalidade do país, um mês positivo, com o indicador do rendimento médio por quarto disponível na região Norte a situar-se nos 27,2 euros, ou seja, o terceiro maior a nível nacional.

Já no que se refere ao rendimento médio por quarto ocupado, o valor ascendeu a 71,9 euros na região Norte, apenas atrás de Lisboa e Madeira.

No conjunto do ano de 2019, os proveitos totais a Norte aumentaram 13,9 por cento.

Atendendo à concretização do Brexit, em 31 de Janeiro de 2020, o INE faz, ainda, uma análise ao comportamento do mercado britânico nos últimos sete anos, com especial enfoque em 2019.

O estudo conclui que aquele mercado registou, no ano passado, aumentos, praticamente, em todas as regiões de Portugal, destacando-se o facto de o maior crescimento ter ocorrido no Norte (+19,2%), seguindo-se a Área Metropolitana de Lisboa (+5,7%).

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade