Vendas antecipadas para Djerba propõe o Sonhando

Vendas antecipadas para Djerba propõe o Sonhando
Divulgação

 Sonhando disponibiliza no mercado vendas antecipadas para Djerba  na Tunísia para a Páscoa

Para a Páscoa, Sonhando propõe um valor de €624/pessoa na viagem para Djerba com partidas a 30 de Março e 06 de Abril

No Verão 2020, com partidas de Lisboa e Porto  de 08 de Junho a 14 de Setembro a partir de €589/pessoa.

Os voos serão operados pela Nouvelair

 

Djerba, uma ilha próxima ao largo da costa da Tunísia, é conhecida pelas praias mediterrâneas e pelas cidades desérticas com casas caiadas influenciadas pelas culturas berbere, árabe, judaica e africana.
Houmt Souk é a principal cidade, famosa pelos mercados de artesanato, pelo porto de pesca e pela fortaleza do século XVI, Borj el Kebir. Ao sul, fica a sinagoga El Ghriba, um local de peregrinação para judeus norte-africanos.

Djerba foi fenícia, cartaginesa e romana. A sua população é de origem berbere, os árabes chegaram no século VI e a ilha conta ainda com uma das mais antigas comunidades judaicas do mundo.
No século XV foi refúgio de piratas, e no século XIX chegou a colonização francesa. Dito isto, compreendemos imediatamente algumas das diferenças que aqui encontramos em relação a terra firme, que vão da arquitectura à língua e aos costumes. E apesar do rolo compressor do turismo de massas, que chega faminto por praias, sol e bom tempo, nem tudo se perdeu. Não falta o que fazer num dia de nevoeiro, ou onde passar os dias sem ir à praia.

Houmt Souk é a “capital” da ilha, com  o casario branco, as portas azuis com desenhos feitos com tachas, o animado mercado matinal; não custa nada perder aqui um ou dois dias, entre a Coopérative Artisanale e o Musée des Arts Populaires (Museu de Arte Popular)– alternando com descansos nas numerosas esplanadas e passeios pelas ruelas estreitas, cheias de joalharia e outras tentações.

Os mercados são excelentes oportunidades para comprar fruta da época, especiarias e cestaria de Sedouikech. Para além de ver um número razoável de trajos típicos, como os chapéus de palha e os grandes xailes brancos debruados a vermelho das mulheres da ilha. O mercado de Midoun, às quintas e sextas-feiras, é um dos melhores.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade