Madonna na Eurovisão: "se não houver um contrato assinado esta semana, ela não estará no palco”

A pouco mais de uma semana da final do concurso televisivo Eurovision, não existe qualquer contrato assinado entre Madonna e a European Brodcast Union (EBU), entidade que organiza o evento.

 

Muito se tem falado sobre a presença de Madonna na final do Eurovision, mas no entanto até hoje (13/5) ainda não existe nada de concreto sobre a sua actuação.

O supervisor executivo do Eurovision Jon Ola Sand declarou, na conferência de imprensa de hoje, em Tel Aviv, que o acordo ainda não está assinado.

O responsável frisou que caso “não tenhamos um contrato assinado, ela não poderá actuar no nosso palco".

Jon Ola Sand acrescentou "é muito simples, estamos negociando, estamos nos ensaios finais disso, mas se não houver um contrato assinado esta semana, ela não estará no palco”.

O produtor lamenta que a negociação tenha sido divulgadapela comunicação social e ganho tanta repercussão. “Nós nunca confirmamos Madonna, pela simples razão de não termos um contrato assinado com a sua equipa”, explicou.

Ola Sand referiu ainda que “infelizmente, há rumores sobre este assunto há muitos meses. Estamos numa situação que é um pouco estranha. Temos uma artista que gostariamos muito que participasse, gostariamos de tê-la no palco, mas precisamos ter mais segurança”, reforçou.

As notícias sobre Madonna no Eurovision circulam desde Janeiro, referindo que faria uma performance com duas músicas no intervalo da final do concurso, em Israel.

Recordamos que os fãs da cantora se mobilizaram para pedir que desista da ideia de cantar no Eurovision, pelo facto de existir um conflito entre Israel e Palestina. Existe uma campanha nas redes sociais chamada #BoycottEurovision2019.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade