Como será o turismo do futuro em Portugal?

por: Sarah Silva
Como será o turismo do futuro em Portugal?
TNews

Debates na VisitPortugal Conference 2024 marcam as tendências do mercado e a adaptação às novas tecnologias e crises climáticas.

Nos debates e intervenções da conferência realizada pelo Turismo de Portugal, foram abordados temas actuais acerca de sustentabilidade na cultura das marcas hoteleiras. A digitalização, a ampliação para o turismo no interior e a gastronomia como um activo qualificador.

As estratégias de internacionalização ocorreram além da conferência, reuniões com oradores convidados também serviram para criar laços entre empresas e mercado.

Segundo dados apresentados por Lídia Monteiro, vogal do Conselho Directivo do Turismo em Portugal, o interesse pela gastronomia portuguesa aumentou 18% em 2023 na escolha de uma viagem. E na procura por Portugal, a gastronomia está sempre no Top 04 na maioria dos mercados emissores. Ainda refere que “"a gastronomia, enriquece a experiência turística, acrescenta valor à oferta dos territórios e alavanca os activos diferenciadores do destino".”

Lapo Eikann, director criativo da Italia Independent, trabalhou em projectos como a Ferrari, desctacou que “existe um grande profissionalismo no trabalho manual em Portugal, mas o que falta é não observar o potencial que tem”. Diz, ainda, que os portugueses practicam mais o conceito de dolce vitta, uma forma equilibrada de aproveitar as coisas simples da vida ao máximo, do que os próprios italianos e que esse factor torna-se um atractivo turístico.

Nos países baixos, a cultura e a natureza são os pontos mais procurados ao escolher um destino para férias, segundo Susana Cardoso, Directora do Turismo de Portugal nos Países Baixos. Durante a intervenção, destacou que holandeses, vêm para Portugal para explorar as belezas naturais, mas acrescenta que existem pontos a melhorar: “pessoas querem vir a Portugal de carro eléctrico e esse é um desafio”; Também afirma  que "poderia haver maior incentivo no investimento em pousadas, quintas e turismo rural".

Os temas finais foram voltados para o desenvolvimento sustentável. Ademais na forma como o aquecimento global pode influenciar o mercado turístico.

Segundo Sofia Santos, Sustentainability Champion in Chief in Systemic, a perda da biodiversidade e as mudanças climáticas, futuramente, terão uma grande influencia no mercado. A economista, afirma:: “Se continuarmos assim, o sector do turismo acaba. As cidades que hoje são bonitas, amanhã podem não ser”. Com este tipo de crise, dá-se uma diminuição do PIB e o preço dos bens também aumenta. A oradora apresenta às empresas a importância da pegada sustentável.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways