KIPT: por um turismo mais qualificado

KIPT: por um turismo mais qualificado
Arquivo

Decorreu esta quinta-feira, a inauguração do primeiro Laboratório Colaborativo do Turismo, no qual estiveram presentes a Secretária de Estado do Turismo e o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Este laboratório colaborativo tem o nome de KIPT e tem como objectivo contribuir para melhorar o sector do turismo, especialmente na perspectiva da formação de profissionais de qualidade.

A Secretária de Estado do Turismo sublinhou: “Nós sabemos bem que o Algarve tem capacidade para desenvolver turismo de qualidade, mas de facto faltava aqui um passo importante, que tinha vindo já a ser consolidado de alguma forma”.

Rita Marques concluiu: “De facto, o Algarve é uma região mundialmente conhecida pelo turismo, mas sê-lo-á também seguramente pela promoção de conhecimento associado ao turismo”.

Tal processo será possível concretizar graças a este “ecossistema turístico forte que oferece condições e localização excelentes, para esta capacidade de produzir conhecimento e de atrair este talento ao nível da investigação”.

Também presente no evento, esteve o Presidente da Associação de Turismo do Algarve, que destacou a importância da persistência e resiliência de Antónia Correia, membro da Comissão Instaladora do Knowledge to Innovate Professions in Tourism.

Nas mesmas declarações, João Fernandes sublinhou que “nos confortamos muito por a sede deste Laboratório Colaborativo ser no Algarve, aquele que é o principal destino turístico nacional”.

João Maria Aguiar de Sousa

Fernandes concluiu “parafraseando o Secretário-Geral da ONU, Engº António Guterres, que refere que o turismo pode e deve ser uma força para o bem embora atravesse um momento altamente sensível, será um sector que também se encontra na posição para poder contribuir para um mundo melhor”.

Também presente, o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior destacando a importância de projectos como este, fez questão de mencionar quatro aspectos “particularmente críticos, sobretudo numa área onde a actividade económica e de emprego em Portugal é tão relevante

Segundo Manuel Heitor, estes são projectos únicos que são fundamentais no processo de desenvolvimento de conhecimento e investigação.

Assim, sob as palavras de Rita Marques, conclui-se que “valorizar, dignificar o emprego no sector do turismo é bem necessário”, mas para isso “é necessário montar uma máquina que prepare estes estudantes para o contexto em que nos encontramos”.

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade