Luís Araújo reconhece o Turismo Industrial, como "uma oportunidade de ouro"

Luís Araújo reconhece o Turismo Industrial, como "uma oportunidade de ouro"
O Turismo PT

Decorreu hoje um Webinar dedicado aos sector do "Turismo Industrial em Portugal", com a Secretária de Estado do Turismo a destacar “a importância de se colocar o turismo industrial como prioridade”.

O objectivo da sessão foi dar a conhecer a oferta de Turismo Industrial, especialmente na região Centro, assim como a partilha de experiências nacionais e internacionais e estimular o desenvolvimento de programas passíveis de promoção.

A abertura esteva a cargo da Secretária de Estado do Turismo, que afirmou ser "um gosto poder contar com uma rede de turismo Industrial", destacando “a importância de se colocar o turismo industrial como prioridade”. Rita Marques referiu que "este trabalho está a ser feito desde Janeiro", afirmando que os "que trabalhamos no turismo acreditamos que esta actividade irá ressurgir, tenhamos nós as condições sanitárias estabilizadas. Mas também sabemos que o perfil do turista e o conceito de viagem serão diferentes". Sublinhando que este sector será muito mais procurado por "turistas mais preocupados com questões como a sustentabilidade, mais ligados ao digital, que procuram destinos de menor concentração. O turismo industrial é uma resposta a estes desafios”.

A governante acrescentou que "queremos integrar nesta Rede Portuguesa de Turismo Industrial novas experiências, novos players, que possam evidenciar e mostrar processos industriais". Para Rita Marques a região "tem um grande potencial nesta área, com o vidro e cerâmica, a indústria de lanifícios, a metalomecânica, os plásticos, a indústria das duas rodas ou a indústria da extracção mineral”.

Ainda na sessão de abertura, Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, realçou que “a urgência da recuperação económica” é um dos grandes desafios actuais que temos pela frente. Um desafio que é “particularmente decisivo para o Centro de Portugal e para territórios de características idênticas, em que o desafio do crescimento e da coesão estão sempre presentes”. “O turismo industrial é uma grande resposta ao desafio da diversificação turística e do crescimento”, frisou.

O presidente do Turismo de Portugal (TP), considerou que este sector é muito caro ao TP, porque se foca no que tem sido repetido ao longo destes anos: "um destino turístico só é sustentável se tiver turismo o ano inteiro, ao longo de todo o território e com capacidade de sinergia com outras áreas, como neste caso a indústria. Assistimos hoje ao que é essencial para o sucesso deste tipo de produtos". Luís Araújo reconheceu a existência da "oportunidade de ouro", pois os tempos que vivemos provam que "o novo turista procura novos mercados, novas experiências e novos interesses e se há lugar ou região em que isto pode acontecer é na região Centro de Portugal”, concluiu.

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade