Espanha reafirma o seu apoio à OMT e anuncia nova sede

Face à abertura da FITUR 2019, foi celebrada a abertura, pela primeira vez presidido por Pedro Sanchez acompanhado por Zurab Pololikashvili, secretário geral da Organização Mundial de Turismo (OMT) e pela Ministra da Indústria, Comércio e Turismo de Espanha, Reyes Maroto

Durante a cerimónia, Pedro Sanchez, presidente do Governo anunciou que porá à disposição da Organização Mundial de Turismo um espaço no Palácio dos Congressos de Madrid para alojar a respectiva sede, radicada em Espanha desde a sua criação em 1976.

Situado no Paseo de la Castellana é segundo Sanchez um espaço emblemático, de acordo com a importância de uma organização das Nações Unidas, que se recupera para a cidade de Madrid e que impulsionará o turismo de congressos e negócios.


A presença do Presidente do governo perante mandatários e personalidades do sector turístico a nível mundial prova o compromisso de Governo de Espanha por um turismo sustentável que contribua para o crescimento económico, marco da Agenda 2030


De qualquer modo reflecte o apoio do governo espanhol à OMT, a única agência das Nações Unidas com sede permanente em Espanha e refecte a importância do sector turístico no país, como seu principal sector económico.

“ O apoio institucional recebido por Espanha, que sempre demonstrou uma firme cooperação nos nossos esforços, é fundamental para o desenvolvimento da OMT e das suas actividades” salientou Zurab Pololikashvili, secretário geral da OMT.


Por seu lado Pedro Sanchez presidente do Governo, na sua intervenção defendeu um modelo turístico “aberto” e “sustentável”, que respeite o crescimento e identidade das cidades, o meio ambiente e a convivência e que não crie disfunções económicas e sociais.

No percurso que pretende marcar a Estratégia de Turismo Sustentável 2030, no que trabalha o Governo, e uma aposta, digo para um turismo “não de qualidade, mas de excelência”.
Segundo o presidente do Governo, manter a actual posição de liderança “ é uma tarefa de todos”, não só do Governo, mas também das corporações locais, comunidades autónomas e a cidadania.

A OMT desigou o ano de 2019, como o ano dedicado “à educação, habilitações e emprego” isto porque um sector líder em crescimento no mundo, é grande gerador de emprego dando trabalho a uma em cada dez pessoas. Segundo dados do governo em 2018 o turismo  criou 100.000 empregos no país.

Ante as perspectivas de crescimento do Turismo, a capacitação laboral destaca-se como um dos eixos que justificam que o turismo continue gerando as oportunidades que a sua natureza transversal  encerra.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade