O edil de Idanha-a-Nova lamenta a ausência do Presidente do Turismo da Zona Centro

O edil de Idanha-a-Nova lamenta a ausência do Presidente do Turismo da Zona Centro
O Turismo.pt

Na Abertura da “Cimeira Internacional de destinos de cultura sustentável sem limites” o Presidente da Câmara de Idanha-a-Novacriticou a ausência do Presidente do Turismo do Centro.


A Cimeira decorre na aldeia histórica de Idanha-a-Velha com participantes de vários países a nível mundial como Brasil, Espanha, Bulgária, Holanda e outros.

Na cerimónia de abertura o anfitrião afirmou: “o Presidente do Turismo do Centro está no Congresso da AHP onde estão os grandes lobbies”.

 

Armindo Jacinto desabafou, salientando “ somos o parente pobre do Turismo”. O autarca enviou de seguida mais um recado desta feita para o governo, referindo que “as agendas governamentais não contemplam estes destinos”, salientando “é importante para aumentar a economia fazer férias e para diminuir a desertificação”.

 O edil de Idanha-a Nova afirmou que “ pela primeira  um território do interior da Europa ficou em segundo lugar com uma menção honrosa nos prémios internacionais”, promovido pelo jornal norte americano New York Times”

A conferência  está a decorrer na Aldeia histórica de Idanha-a Velha até sábado dia 27.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade