Vinhos frescos para os dias quentes, uma recomendação da Adega Borba

Vinhos frescos para os dias quentes, uma recomendação da Adega Borba
Divulgação

Para os dias quentes, Adega Borba escolheu vinhos apropriados ao calor que por vezes se faz sentir.



Inaugurada a época dos grelhados e dos convívios ao ar livre, Adega de Borba sugere Adega de Borba Premium Rosé 2018, Adega de Borba Rosé 2019, Adega de Borba Branco 2019 e Convento da Vila Branco 2019.

  E porque as sardinhas só agora fogem à rede dos pescadores portugueses, chegando mais tarde a Adega de Borba sugere o Premium Rosé 2018 para uma conversa amigável, pois se trata de um vinho amigo da conversa, suave, quase sensual, com uma longa sensação de frescura, o que se pretende no Verão


Trata-se de um vinho “estruturado com madeira, resultado do estágio de seis meses em barricas de carvalho francês, americano e português”.

O Premium Rosé 2018 tem uma cor a ligeiro salmão, “o aroma de boa intensidade a frutos silvestres com ligeiro floral especiado” revelando-se no sabor equilibrado a vinho jovem.

Além de notas tostadas picantes, “com um sabor floral e harmonioso frutado acidulo a persistir”.
Acompanha bem marisco ou carne magra, e é óptimo para abrir uma refeição.

Par quem prefere vinhos jovens, a Adega Borba sugere Adega de Borba Rosé 2019 que tem “um sabor equilibrado e repleto de juventude, frutado silvestre, de excelente frescura e persistência final a frutos”.

O aroma tem forte intensidade a groselha e ameixa vermelha, sendo óptimo para acompanhar “com um saboroso marisco, peixes frescos grelhados e carnes brancas”.

 É também um excelente aperitivo. As uvas, “das castas Aragonez e Syrah, foram vindimadas manualmente na parte da manhã, permitindo uma boa temperatura do fruto na chegada à Adega”.

Falando do Adega de Borba Branco 2019 produzido a partir das castas Antão Vaz, Arinto e Roupeiro, é um vinho com uma cor citrina bem definida.

Boa intensidade aromática, conjungando frutos tropicais e citrinos, é “igualmente perfeito para servir como aperitivo ou como acompanhamento de marisco, peixes frescos grelhados e carnes brancas”.

Para terminar Adega de Borba apresenta Convento da Vila Branco 2019, “produzido a partir das castas Roupeiro, Rabo de Ovelha e Fernão Pires”.


Trata-se de um vinho regional alentejano Branco 2019 com boa intensidade aromática sugerindo frutos tropicais e ligeiro floral. Vinho jovem, equilibrado, com sabor a fruto tropical maduro e muito persistente na frescura.
O seu moderado teor alcoólico permite boa harmonização com a gastronomia nacional.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade