Festa das Vindimas, em Palmela, com Marcelo Rebelo de Sousa

Festa das Vindimas, em Palmela, com Marcelo Rebelo de Sousa
Divulgação

O evento mais importante da vila de Palmela, "Festa das Vindimas" foi inaugurado e para o encerramento contará com Marcelo Rebelo de Sousa.

 

O Largo do Município foi pequeno demais para acolher a população, entidades oficiais e as/os visitantes que não quiseram faltar à inauguração oficial da 57.ª Festas das Vindimas.

O edil, Álvaro Balseiro Amaro, afirmou no discurso de abertura “aguardam-nos os seis dias mais festivos (e as noites mais longas) do ano, em Palmela, e estamos mais do que prontos para dar início à Festa - reencontrar família e amigos, provar os excelentes vinhos e a gastronomia, desfrutar dos espectáculos de grande qualidade, apreciar iniciativas únicas - como o majestoso cortejo ou a Pisa da Uva e Bênção do Mosto - e tantas outras propostas que o programa nos reserva”.

Em terra de vinhos, e músicos, as boas-vindas ao tempo de colheita e vindima foi brindado com "os afamados Vinhos da Península de Setúbal e… música! “Viva Il Vino” foi a performance musical que, interpretada por Isabel Biu (soprano) e Bruno Almeida (Tenor), antecedeu o tradicional corte do cacho de uvas pela Rainha da Festa das Vindimas, Diana Sousa.

E sendo também a Festa das Vindimas uma "genuína exaltação à identidade e tradições locais", Álvaro Balseiro Amaro salientou que esta é, também, uma “homenagem mais do que merecida” a todos os agricultores e vitivinicultores que criam emprego, geram riqueza no território e reinvestem na comunidade. A capacidade de reinvenção da Associação de Festas de Palmela, para anualmente melhorar e qualificar a oferta das Festas mais emblemáticas do Concelho, também não foi descurada na intervenção de Álvaro Balseiro Amaro.

Recordando que Palmela foi eleita Cidade do Vinho há dez anos atrás, a Presidente da Associação das Festas de Palmela – Festa das Vindimas, Maria João Camolas, afirmou que “Palmela é como o Vinho. Fica melhor com o tempo”.

A presidente complementou numa alusão ao trabalho rural e aos recursos endógenos do território que conferem valor ao Concelho “do fundo da tradição mais genuína, na terra onde o sol amadurece uvas de castas antigas, há mãos experientes que colhem bagos e os transformam em vinho. O vinho especial da Região Demarcada de Palmela e do Moscatel de Setúbal”.

Até 03 de Setembro, há muito para ver, ouvir, degustar e sentir com espectáculos musicais, provas de vinhos e outros momentos emblemáticos como a Pisa da Uva e a Bênção do Mosto ou Cortejo das Vindimas, este ano dedicado ao tema “Palmela 10 Anos Cidade do Vinho”.

No último dia a Festa das Vindimas contará com a presença do Presidente da República que assistirá "ao Cortejo Nocturno e ao Simulacro de Incêndio do Castelo de Palmela", concluiu o comunicado.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade