Casa de Vilacetinho revela o segredo escondido da casta Avesso

As novas colheitas da Casa de Vilacetinho promovem a casta Avesso, “reconhecendo-lhe, na colheita de 2018, um perfil especialmente aromático.”

 

Casa de Vilacetinho, histórico produtor sediado em Alpendorada, no concelho de Marco de Canaveses, na sub-região de Amarante tomou como missão trabalhar, promover e divulgar a casta Avesso.

No berço da casta, em pleno vale entre o Tâmega e Douro, “o Avesso Superior 2017, Avesso & Loureiro 2018, Avesso & Alvarinho 2018 e Grande Escolha 2018 são o mais recente convite de boas vindas à casta.”


Conhecido como o porta estandarte da Casa de Vilacetinho, o Avesso Superior 2017 é uma das novidades mais aguardadas deste ano. O primeiro reconhecimento a este vinho vem da própria região, tendo sido reconhecido como “Melhor Avesso 2018” pela Comissão Vitivinícola da Região dos Vinhos Verdes, um ano antes do lançamento a público.

Tendo em conta um trabalho de viticultura diário e minucioso, “o segredo deste vinho está na adega.”

Para balancear a acidez característica da casta, “sem perder a sua envolvente cremosidade, foram usados dois métodos completamente opostos: a prensagem por engaço e a maceração pelicular.”

Esta técnica sente-se na boca, pois após um ano de estágio, “com um vinho fresco, jovem, mas bem estruturado, que emana notas de fruta tropical e erva cidreira.


Mas a maior surpresa chegou com a colheita de 2018, que se afirma já como uma das melhores de sempre para o produtor e para a região. O inverno rigoroso e o verão atipicamente fresco do ano passado contribuíram para uma maturação aromática das uvas, trazendo à cerrada mineralidade da Avesso uma vertente muito expressiva no olfato.


Se a Avesso é por norma uma base de referência na construção de um branco de grande qualidade, as qualidades extraordinárias deste ano casam na perfeição com a floralidade e frescura das castas Alvarinho e Loureiro, tradicionalmente mais aromáticas, potenciando a qualidade dos bicastas Avesso & Loureiro 2018 e Avesso & Alvarinho 2018.


Do portefólio de novidades destaca-se ainda o Grande Escolha 2018, o guardião do melhor lote de cada ano da Casa de Vilacetinho que, pela primeira vez, conta com Alvarinho. Esta parcela resulta da plantação de vinhas novas que esperaram dois anos até estarem aptas a integrar o lote final. Ao perfil clássico do vinho, acrescentam-se notas florais de jasmim e flor de laranjeira, características típicas da casta Alvarinho.

Na oitava geração da família, a Casa de Vilacetinho  persiste na descoberta e aprimoramento da casta Avesso, trabalhando-a e experimentando-a tanto na viticultura, como na adega.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade