Nuno Fazenda na China para a Global Tourism Economic e voos de Portugal a Greater Bay Area

por: António Manuel Teixeira
Nuno Fazenda na China para a Global Tourism Economic e voos de Portugal a Greater Bay Area
O Turismo PT

O Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços inicia dia 20 de Setembro, uma deslocação oficial a Macau e à China continental, em Cantão, reativando a importância estratégica do mercado chinês para o turismo nacional.

Em Macau, irá intervir no Global Tourism Economic Forum, considerada a mais importante cimeira mundial do Turismo, que reúne governos, organizações internacionais, grupos empresariais e reputados especialistas do turismo mundial.

Por esta ocasião, reúne ainda com "o chefe do executivo do Governo da Região Autónoma Especial de Macau, com o grupo de aconselhamento para os assuntos económicos do Consulado Geral de Macau e Hong Kong, havendo ainda lugar para um encontro com membros da comunidade portuguesa", conforme comunicado da Secretaria de Estado.
.
Na deslocação à China continental, Nuno Fazenda reunirá com a vice-governadora da província de Guangdong, em Cantão – a terceira maior cidade da China – que representa um mercado relevante de potenciais fluxos turísticos para Portugal.


Destacam-se como principais objetivos desta visita, para além da participação no Fórum Global de Economia do Turismo, "a concretização de acordos de cooperação em matéria de formação, nomeadamente com o Instituto de Formação Turística de Macau, a formalização de contractos de campanhas com operadores turísticos do sul da China e o lançamento para 2024 de um roteiro de promoção turística de Portugal na China, que passará por quatro das mais importantes cidades chinesas - Pequim, Shangai, Chengdu e Guangzhou – para além das regiões de Macau e Hong Kong, iniciativas a ser desenvolvidas pelo Turismo de Portugal", revela o seu Gabimnte.

Da agenda dos contactos oficiais, salienta-se, ainda, "o interesse estratégico de uma ligação directa aérea entre Portugal e o sul da China" (Greater Bay Area), território com uma população de cerca de 80 milhões de pessoas. Actualmente os territórios estão ligados entre a cidade de Hangzhou, na província de Zhejiang, e Lisboa, com duas escalas semanais, operadas pela Beijing Capital Airlines, (BCA) do grupo chinês HNA.

Para o Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, "é importante que Portugal retome e reforce a sua presença na China - o maior mercado emissor do turismo mundial – através da concretização de programas e acções nos domínios da formação, da promoção turística e da cooperação bilateral".


Esta visita conta com o apoio e o acompanhamento do Cônsul-geral de Portugal nas RAE de Macau e Hong Kong, Alexandre Leitão, e da Cônsul-Geral de Portugal em Cantão, Ana Cordeiro, bem como com a participação da Vogal do Conselho Directivo do Turismo de Portugal, Lídia Monteiro, e o director da equipa do Turismo de Portugal baseado em Shangai, Tiago Brito.

Até ao início da pandemia, em 2019, Portugal registou 385.000 hóspedes chineses, tendo representado 600.000 dormidas e gerado uma receita na economia de 225 milhões de euros. Em 2023, tendo em conta que a reabertura se deu apenas no final de Março, contabilizam-se já cerca de 70.000 hóspedes da China, reforçando a confiança de uma retoma rápida dos valores pré-pandémicos.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways