Na Madeira há sempre alternativas

por: Zita Ferreira Braga
Na Madeira há sempre alternativas
Madeira

A Madeira é uma ilha onde pode descobrir lugares inesperados e experimentar aventuras que não imaginou


Na Madeira encontra pessoas a descer o Monte em carros de cesto, assiste e pode participar em brindes de poncha, e ainda pode tirar fotografias na Cascata dos Anjos ou nas Piscinas Naturais do Porto Moniz.

Mas pode ainda descobrir “lugares inesperados para ver nascer o sol”, actividades novas e experiências únicas, que lhe permitirão conhecer e viver uma Madeira exclusiva.

Para melhor conhecer a região e visitar os lugares que mais lhe interessa, “faça um roteiro alternativo nesta ilha que fervilha de cultura, experiências e sítios de grandes encantos, venha descobrir uma Madeira com postais únicos e exclusivos”.

Para ver o Sol nascer e tem dois lugares que permitem apreciar toda a grandiosidade da natureza. Por exemplo a Praia da Ribeira da Janela, em Porto Moniz, é uma extensão de calhau rolado, envolvida por uma paisagem para o amplo mar de águas transparentes e calmas.

No meio da água existem três grandes formações rochosas por onde o sol se desvenda quando nasce. É uma experiência única apreciar os raios de sol a estenderem-se por entre estas instalações da natureza”, lê-se na nota de imprensa.


As Piscinas Naturais do Cachalote, em Porto Moniz são muito populares durante o dia, mas têm um segredo bem guardado nas madrugadas. Formadas pela natureza, as zonas de água intervalam com formações rochosas até chegaram a um limite de piscina com uma vista privilegiada sobre o oceano. O sol nasce no horizonte e faz reflectir os raios na água límpida, subindo por entre as formações naturais

Aproveite a manhã e faça-se ao mar num de Barco à Vela com pequeno-almoço a bordo. Trata-se de um passeio com paragens em praias privadas, de acesso único pelo mar sendo possível avistar golfinhos e baleias.

Se é apreciador de vinho e de mar escolha a experiência de Sail&Wine Private Sunset “promovida por um produtor de vinho que se inclui no passeio para tornar o momento ainda mais exclusivo”.

Depois de mergulhar nas águas cristalinas e de temperatura amena, o passeio termina com uma Prova de Vinhos apresentada pelos próprios produtores e acompanhada por iguarias caseiras e regionais,“enquanto o sol se põe no horizonte”.

Para quem prefere caminhar, basta seguir os belos trilhos da Vereda do Fanal e do Caminho Real do Paúl do Mar. O primeiro percurso é de 10,8 Km e tem a duração de quatro horas, com início no planalto do Paul da Serra (Assobiadores) terminando junto ao Posto Florestal do Fanal, depois de atravessar uma vasta mancha de Floresta Laurissilva, classificada como Património Mundial Natural pela UNESCO (Dezembro 1999).

Pelo caminho é possível apreciar imponentes e centenários bosques de tis (Ocotea foetens) – com exemplares que resistem desde o descobrimento da ilha. O segundo percurso é mais curto - apenas 1,8km e uma hora e vinte minutos de duração, quase sempre a descer. É quase um autêntico património histórico, serpenteando a encosta em ziguezague com o piso de caminhos construídos pelo povo, poios agrícolas, suportados pelos muros de pedra, antigamente cultivados em que predominava a cultura de cereais e paisagens panorâmicas. No final do trilho, esperam-no grandes falésias e ainda a possibilidade de mergulhar para refrescar.

Para todas as idades, e com mais ou menos espírito aventureiro, fazer coasteering é imperdível. Uma experiência única para explorar a costa marítima através de caminhada, natação, escalada e saltos – que podem ir de um até 10 metros. Pelo caminho, as paisagens são deslumbrantes, as arribas imponentes e o mar permanece calmo e cristalino.

Visite a ilha com um roteiro renovado e leve para casa experiências exclusivas e postais irrepetíveis vividos nesta Madeira.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade