Turismo de Espanha defende prova de finanças para entrar no país

por: António Manuel Teixeira
Turismo de Espanha defende prova de finanças para entrar no país
Go World Travel Guide

O Turismo de Espanha afirmou que a regra aplicada a turistas não residentes no espaço Schengen de terem de apresentar prova de finanças para se suportarem durante a estada não é nova, nem é exclusiva a viajantes do Reino Unido.

Após uma onda de indignação por parte dos viajantes britânicos, um dos principais mercados espanhóis, surgiram uma série de notícias da imprensa em Inglaterra..

O Turismo de Espanha, de acordo com a publicação britânica Travel Weekly, divulgou um comunicado, noticiado pelo PressTur, citando o director da entidade para o mercado do Reino Unido, Manuel Butler, que afirma que "este requerimento não é novo, ao contrário do que foi noticiado, e que é aplicado a turistas residentes fora do espaço Schengen, e não exclusivamente a britânicos".

Este requerimento foi implementado no primeiro dia de 2022 é aplicável a todos os turistas residentes fora da União Europeia e do espaço Schengen, sendo que "nem todos os viajantes são verificados".

O Reino Unido tem um requerimento semelhante para entrada de visitantes no seu país, que devem apresentar provas de capacidade para se suportarem a si próprios e aos seus dependentes durante a estadia, bem como para pagar a viagem de regresso (ou para outro destino).

O UK Foreign Office avisou os viajantes britânicos com intenções de viajar para Espanha de que "têm de levar consigo documentos que sirvam de prova de finanças, cerca de 100 euros por dia de estada, um bilhete de avião de regresso (ou de partida para outro destino), e de reserva de hotel ou de estada em casa própria ou de terceiros"..

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade