Algarve luta e apela a um Turismo sustentável

por: Zita Ferreira Braga
Algarve luta e apela a um Turismo sustentável
Algarve

"A Natureza não tira férias"  é o claim da nova campanha do Turismo de Algarve



Campanha de Turismo do Algarve pretende sensibilizar para um turismo sustentável e chamar a atenção para as consequências das alterações climáticas no destino. A campanha arranca já nesta esta segunda-feira  prolongando-se até Setembro, desejando e pedindo que ,as boas práticas sejam mantidas por todos, mesmo em período de férias.


"Destinada aos turistas que visitam a região, a campanha está disponível em português, inglês e espanhol, em múltiplas plataformas: outdoors, autocarros, anúncios de imprensa e na rede de postos de turismo da Região de Turismo do Algarve (RTA). Mas a forte aposta é no digital. Serão criados três spots de 20 segundos para as redes sociais, onde haverá posts e stories patrocinados, além de anúncios e displays em sites direcionados para o público-alvo., refere a nota de imprensa


Por outro lado foi disponibilizado um microsite - tempodecuidar.visitalgarve.pt – com 12 dicas sobre comportamentos amigos do ambiente que devem ser adoptados pelos turistas em férias e outras informações sobre a sustentabilidade no Algarve, inscritas nos documentos orientadores para a adaptação às alterações climáticas (Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas) e no site algarveadapta.pt. Estas dicas são também partilhadas em ecoflyers nos postos de turismo, impressos em papel de sementes que pode ser plantado depois de lido.


"A Natureza não tira férias. Algarve, tempo de cuidar" é uma call-to-action para que os turistas não relaxem no que à sustentabilidade diz respeito, pois é tempo de cuidar do planeta. A assinatura é acompanhada pela representação de uma abelha, símbolo de trabalho e sustentabilidade ambiental, conhecida por estabelecer o equilíbrio necessário na natureza.

«A necessidade de reforçar um sentimento colectivo de proteção da herança natural dos territórios e da riqueza da sua biodiversidade é vital. Só criando esta consciência, nos locais e em quem nos visita, podemos aspirar a manter o Algarve com uma oferta rica e atractiva".destaca João Fernandes, presidente do Turismo do Algarve, que continua "A região depara-se com questões ambientalmente sensíveis que podem influir negativamente, ou até mesmo comprometer, a estratégia de desenvolvimento do destino". E a terminar João Fernandes remata afirmando "É por isso fundamental consciencializar e encorajar a população a contribuir activamente, através das suas ações, para mitigar estas questões. O turismo, como pilar da economia da região, tem um papel fundamental no desenvolvimento dessa consciência»,


Esta é apenas a primeira campanha integrada no projecto «Adaptation with Knowledge, Climate Change», financiado pelo EEA Grants, através do Programa Ambiente, que tem como principal objectivo melhorar a resiliência e a capacidade de resposta do Algarve face às alterações climáticas, criando as bases de apoio necessárias à implementação do Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas do Algarve (PIAAC-AMAL).


Para além da campanha que ora se inicia ,estão programadas, até ao fim do ano,  mais duas campanhas, uma dirigida ao trade, a desenvolver também pela RTA, e outra destinada aos residentes da região, a cargo da AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve, entidade que juntamente com The Norwegian Association of Local and Regional Authorities (KS) e a RTA completa o grupo de parceiros deste projecto.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade