Cidade Velha de Jerusalém ja adaptada a visitantes com deficiência

por: Zita Ferreira Braga
Cidade Velha de Jerusalém ja adaptada a visitantes com deficiência
Jerusalém

As  pessoas com deficiência já podem percorrer toda a Via Dolorosa em Jerusalém.



Doze anos após o início das obras, a Cidade Velha de Jerusalém agora está totalmente acessível.

Graças à disponibilização de infraestruturas adequadas e soluções de mobilidade, as pessoas com necessidades especiais podem aceder a todos os locais sagrados, mas também a restaurantes e lojas, e descobrir a história da cidade. Especificamente, as rampas permitem a passagem de cadeiras de rodas, mas também de minicarros e veículos especiais de emergência.


Durante a sua longa história, Jerusalém foi destruída pelo menos duas vezes, cercada 23 vezes, atacada 52 vezes e capturada e recapturada outras 44 vezes.[A parte mais antiga da cidade foi estabelecida no IV milénio a.C.[3] Em 1538, foram construídas muralhas em torno da cidade sob o regime de Suliman,o Magnifico Actualmente aqueles muros definem a Cidade Antiga, que é dividida em quatro bairros — aarménio cristão judeu e muçulman— desde o início do século XIX.[4] A Cidade Antiga se tornou um Património da Humanidade  em 1981, e desde 1982 que está na lista dos patrimónios em perigo.Jerusalém moderna cresceu muito para além dos limites da Cidade Antiga. 

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade