Uma ida com menos restrições para a Tailândia após 01 de Julho

por: Marta Vieira
Tailândia
Tailândia

A Tailândia vai permitir um acesso menos restrito a quem a pretende visitar.

Se antigamente a Tailândia exigia requisitos mais concretos durante a pandemia, após 1 de Julho essa questão irá aliviar um pouco.

De acordo com o Centro de Administração da Situação da COVID-19, as condições de registo do Thailand Pass vão ser mais moderadas. Embora o registo ainda seja obrigatório, as exigências passam a ser  os detalhes do passaporte, o registo de vacinação e a apólice do seguro de saúde de no mínimo 10.000 dólares.

No caso de turistas não vacinados ou de vacinação incompleta, poderão viajar à mesma, apenas terão que realizar teste RT-PCR ou ATK (realizado por profissionais) 72 horas antes do embarque.

A exigência de quarentena para contactos de risco elevado também foi levantada pela CCSA.

Para além destes alívios, foram simbolizadas cores nas zonas de maior fluxo, sendo as zonas azuis as áreas piloto turísticas, a zona verde a área de vigilância e as zonas amarelas as áreas sob vigilância rigorosa. Visando um maior controlo dos casos da COVID-19.

A vida nocturna, nomeadamente nas zonas azul e verde, onde predominam os bares e salas de karaoke vão também poder reabrir, bem como a venda e consumo de bebidas alcoólicas poderá retomar, com horário máximo até às 00:00 horas.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade