Brasil recebe o primeiro escritório da OMT na América Latina

Brasil recebe o primeiro escritório da OMT na América Latina
Brasil

O Brasil foi o quarto país escolhido para receber um dos escritórios da Organização Mundial do Turismo (OMT).


O Brasil foi eleito como o país da América Latina que sediará o primeiro escritório da Organização Mundial do Turismo (OMT), naquela zona do globo.

Deste modo o Brasil passará a ser “um dos quatro em todo o mundo onde a agência das Nações Unidas especializada em turismo marca presença”.

Gilson Machado Neto, Ministro do Turismo e Presidente do Conselho Deliberativo da Embratur - Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, salientou a escolha, lembrando que este resultado  se ficou a dever ao envolvimento e estreita colaboração entre o Governo e o Ministério do Turismo: “Graças ao compromisso até aqui demonstrado, pudemos provar o nosso potencial ao mundo e fechar aquela que é uma das maiores oportunidades para o turismo brasileiro em décadas. A confirmação de um escritório da OMT no Brasil é uma grande conquista para todos nós e para o nosso país”, salienta.

Das muitas funções do novo escritório, há a destacar a promoção e desenvolvimento do sector do turismo, que terá como objectivo “atrair investimento, impulsionar novas startups, realizar e encomendar estudos de relevância para o sector” para além de criar e desenvolver um portal de apoio ao turista, “bem como apoiar as ações e projetos desenvolvidos pela OMT em todo o mundo”.


O Presidente da Embratur, Carlos Brito, que participou activamente em todo o processo pelo que coloca a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo pronta a colaborar e auxiliar o novo escritório: “Estamos extremamente honrados por termos sido eleitos para sediar a OMT no nosso país e temos a certeza de que poderemos, em conjunto com os maiores stakeholders do mundo no sector do turismo, realizar ainda mais ações promocionais para que os turistas internacionais venham visitar os destinos maravilhosos que temos no Brasil”, salientou.


Apesar do sector ter sido fortemente afectado pela pandemia, a recuperação do turismo no Brasil já se reflete nas estatísticas. Segundo o Ministro do Turismo do Brasil, Gilson Machado Neto, “o Brasil é o país que tem maior potencial no período pós-pandémico. Hoje, segundo dados do Ministério do Turismo, já recuperámos 88% do nosso fluxo turístico interno. Poucos países no mundo podem dizer isso”.

As companhias aéreas voltaram a trabalhar em cerca de 80% das operações para o Brasil, e alguns hubs já estão a funcionar a 100% - como é o caso do Aeroporto de Recife, que ultrapassou já os números de 2019. Paralelamente, dados recentes de vacinação revelam avanços positivos, com 328,5 milhões de doses aplicadas, 161,2 milhões de Brasileiros com a primeira dose (91,5%) e 143,7 milhões (80,9%) com o esquema vacinal completo.


Assim, é feito um balanço positivo da implementação dos novos protocolos sanitários impostos pela pandemia – e considera-se que estas medidas têm trazido mudanças significativas na forma como os turistas, os visitantes e a própria Organização Mundial do Turismo encaram o território brasileiro.

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade