Malta tem cinco vilas que merecem uma visita

Malta tem cinco vilas que merecem uma visita
Divulgação

Malta, localizada no Mediterrâneo, é uma mistura exótica de influências e tornou o arquipélago verdadeiramente único.



Malta, pela sua localização, no Mediterrâneo puro, foi por isso desejada por diferentes civilizações tendo desenvolvido um carácter próprio, com base na cultura europeia e africana.
Daí uma mistura de realidades diferentes originando uma mistura exótica de influências de que resultou um arquipélago verdadeiramente único.
Além de falésias de sonho, águas cristalinas e pastizzi deliciosos, Malta tem algumas aldeias cuja visita não pode ser esquecida:


Ghaxaq

Ghaxaq é uma típica vila interior maltesa: casas brancas sem telhado, ruas e igrejas pitorescas.
Convém não esquecer que em Malta a religião é um elemento de grande importância e importância em toda o arquipélago de Malta.
Convém não esquecer a igreja paroquial de Santa Maria,  o templo mais alto e ornamentado da vila, construído no século XVIII, que serviu de base à construção da vila.


Marsaxlokk, uma das vilas mais típicas de Malta, é conhecida pelos seus barcos de pesca tradicional (luzzus), que se destacam “pelas suas cores brilhantes e pela presença de dois olhos pintados na proa, cuja representação corresponde à era fenícia”.

O mercado de peixe de Marsaxlokk é um local de visita obrigatória numa manhã de domingo, onde além do peixe se pode encontrar bancas de artesãos e comerciantes locais, onde se predomiunam produtos típicos malteses, como licor, mel e as famosas rendas. A ligação da vila ao mar está também presente nos restaurantes, onde o peixe fresco é sempre o prato principal. A igreja de Nossa Senhora de Pompeia, construída em 1897, é o centro de peregrinação da vila, também de visita obrigatória.


Xlendi

Xlendi está localizada na ilha de Gozo e tornou-se num dos sítios mais visitados do país.
A baía é um local excelente de mergulho devido às suas formações de coral.
Mas nesta típica vila piscatória do Gozo encontram-se também maravilhosos restaurantes, bares e hotéis.
Em Xlendi “podem ser visitados os túmulos púnicos e uma torre, que era usada para proteger a vila dos piratas”. Não esquecendo claro, pequenas capelas do século XVII, como San Simón, Santa Domenica ou Santa Catalina. 


Marsaskala,
uma pacata vila piscatória, localizada a sudeste da ilha, é o  retiro de verão de muitas famílias maltesas. Conhecida pelos malteses como Wied-Il Ghajn, cujo significado é “vale da fonte”, Marsaskala está localizada entre duas encostas. O seu porto, repleto de luzzus coloridos, as suas formações rochosas - que criam uma paisagem única - e o enorme número de restaurantes à beira-mar, conferem a esta vila um encanto único.

Até à Segunda Guerra Mundial, Marsaskala era apenas um canto perdido na ilha, com poucas infraestruturas, reservado à aristocracia maltesa. No entanto, após a guerra, rapidamente se transformou no que é hoje: um dos lugares mais cobiçados por aqueles que procuram combinar história, tradição e relaxamento.


Popeye Village

A Popeye Village teve origem em 1979, quando foi criada para ser o cenário do filme "Popeye", protagonizado por Robbin Williams. Apesar do passar dos anos, a vila mantém a arquitectura pitoresca original e continua a ser uma das atrações da região para os turistas.

A vila conta com diferentes tipos de alojamento e oferece programas de lazer para famílias, crianças e jovens, bem como actividades direccionadas para empresas, reuniões e grupos de trabalho. Este é um sítio imperdível em Malta!

 

Malta, o segredo mais bem guardado do Mediterrâneo

Com 7.000 anos de história e um dos melhores climas da Europa, a duas horas de distância, um destino de filme espera por si! As Ilhas Maltesas - Malta, Gozo e Comino – oferecem inúmeras atracções.

Desde sítios arqueológicos, declarados Património Mundial pela UNESCO, a  inúmeros recantos escolhidos como cenários de filmes como Tróia, Gladiador, Munique, O Conde de Monte Cristo, Vicky - O Vicking e, mais recentemente, o filme de Alejandro Amenábar.

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade