Alemanha mantém museus abertos…online

Os Museus da Alemanha decidiram abrir as portas…online, permitindo uma exploração das obras  e coleções a partir do sofá.



Há mesmo situações que só esta pandemia permite. O famoso Altar de Pergamo, em Berlim pode ser visitado embora o museu tenha algumas alas encerradas para restauro.

E aproveitando esta paragem forçada, há cursos de arte gratuitos disponíveis e até há visitas guiadas via Instagram. 

Viajar no sofá, Turismo a partir de uma confortável sala: museus alemães oferecem visitas virtuais


Na Ilha dos Museus, Património da Humanidade, este museu mundialmente famoso é o mais visitado de Berlim e não admira: preserva conjuntos arqueológicos arquitectónicos, magníficos tesouros do Médio Oriente, da Arte Islâmica e da Antiguidade Clássica.
Uma das maiores atrações é o Altar de Pérgamo (e daí o seu nome), obra-prima helenística que só poderá ser de novo apreciada dentro de três anos pois essa ala encontra-se encerrada para restauro. Até lá pode ser vista online, tal como Porta de Isthar da Babilónia ou a do Mercado de Mileto, do século II

Em Frankfurt pode agora visitar o Museu Stadel, um dos mais importantes museus alemães, confortavelmente instalado no seu sofá.

Um tecto onde estão inscritos “700 anos de arte europeia desde o início do século XIV até ao presente, acolhendo cerca de 3.000 pinturas, 600 esculturas, mais de 4.000 fotografias e 100.000 desenhos e gravuras. 
Pode admirar, via online, obras de Dürer, Botticelli, Rembrandt, Vermeer, Monet, Picasso, Bacon ou Richter.
Richter.
Pode ainda se lhe apetecer fazer um curso de História da Arte online.

Na sua oferta digital é possível explorar a coleção e até fazer um curso de História da Arte online.


 Em Stuttgart espera-o o Museu da Mercedes- Benz onde mais do que automóveis espera-o toda uma História, uma verdadeira viagem no tempo.


Em Potsdam, a cerca de meia hora de Berlim, o Museu Barberini ocupa um belo palácio que foi destruído durante a II Guerra Mundial. Recuperado com esmero, inaugurou há apenas três anos e acolhe obras desde os Velhos Mestres à arte contemporânea. De momento exibe a mostra Monet: Places, com quadros que o artista pintou em lugares como a Normandia ou Veneza e que pode ser visitada online aqui:


Em Dresden, uma cidade conhecida como “Florença do Elba”, tem uma oferta museológica tão interessante e ampla que a dificuldade é escolher o que visitar. A boa notícia é que alguns museus podem ser explorados online, como é o caso do Albertinum, com a sua galeria dos Novos Mestres, onde estão representados desde Paul Gauguin e Vincent Van Gogh a Neo Rauch e Ai Weiwei. Outra visita virtual obrigatória é o Residenzschloss, ou Palácio Real, com tesouros de valor incalculável reunidos no Green Vault; a mais antiga e importante coleção de arte otomana fora da Turquia; e um belíssimo conjunto de armaduras e armas cerimoniais. Está tudo aqui: .

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade