“Finalmente” celebra o seu aniversário com Bolo e um espectáculo“All Aboard”

O Grande Espectáculo está à porta e ao já conhecido “All Aboard” o Finalmente Club não poderia faltar.

 

Será o DragÓVisão, “a nossa maneira de comemorar 42 anos de existência.”

Pelas 23:00 de 05 de Maio’18, estreia “DragÓVisão” com a oferta um pouco antes, pelas 22:00, de um cocktail aos amigos “dos espectáculos que dão brilho às noites que correm a voar.”


Dirigido por Deborah Kristall (de seu nome Fernando Santos), homenageia-se a “música, o palco, as canções e composições que calçados ou descalços interpretámos todas com o fervor de “uma por todas” que sequer deixou de fora a Diva das Divas da Música Popular Portuguesa (1967);”

  Europeus ou imigrantes acolhidos na Europa eis a Diva transexual a fazer a história na comunidade LGBTI Internacional (1998), animados e coloridos grupos integrando o BABA ou o ABBA da História da Música Popular Europeia (1974), com ou sem barba para que não nos voltemos a esquecer que quando se fala de Festivais Internacionais de Música, deve falar-se essencialmente de integração da diversidade (2014).

Pois de outra maneira não faria sentido esta contaminação saudável que deve ser a música: com todas as bandeiras, representando todos os valores Europeístas de soberania e respeito pela pátria, língua, etnia, religião ou opção sexual de cada Cidadão, onde Portugal já tem um lugar cativo interpretado pelos jovens de hoje, sem que nós nunca nos tenhamos esquecido a Diva das Divas da Música Popular Portuguesa.

Tudo isto nos traz DragÓVisão, um espectáculo transformista, humorístico, satírico e revivalista dirigidos pelo já mencionado Director Artístico Deborah Krystall com a participação do elenco do Finalmente Club, a saber, Samantha Rox, Jenny LarRue, Nyma Charles, e Stefany Duvet que, num revivalismo cheio de purpurina, compromete-se a oferecer os seus 42 anos à Cidade e à Diversidade.


Estão todos e todas livremente convidados para celebrar o Outro e o significado que tem a partilha de 42 anos e tantas cantigas que passaram por este palco onde as lágrimas também sabem a sal. Nesta casa incomum, onde tudo o que se faz é como um verdadeiro milagre, dirigimo-nos especialmente a vocês – artistas e produtores -  pedindo com carinho: - Passem por cá! Temos, ao todo, 10 (dez) temas interpretados com muita alegria, magia, cor, plumas, sorrisos e diferença que, durante 50 minutos, vos farão dar a volta ao mundo em recordações. All Aboard? #eurovisão2018


O Finalmente Club procura, com o seu trabalho de Entretenimento e Lazer, mas também enquanto baluarte do exercício de Liberdade de Expressão, articular as várias disciplinas das Artes Cénicas, valorizando o Palco como lugar de transformação, destacando as múltiplas formas de expressão artística, o papel da Arte na Luta pelos Direitos Humanos, particularmente na Luta pelos Direitos das Comunidades LGBTI. 

 

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade