"A Ideia é apenas uma Ideia", uma idéia do grupo Os ilusionistas no Teatro da Cornucópia

"A Ideia é apenas uma Ideia", uma idéia do grupo Os ilusionistas no Teatro da Cornucópia
Ricardo Rodrigues

De 21 a 24 de Maio entra em cena no Teatro da Cornucópia, ao Bairro Alto, a peça "A Ideia é apenas uma Ideia" um projecto de um grupo de actores não profissionais, "Os Ilusionistas".

 

"A Ideia é apenas uma Ideia"é uma peça criada a partir de textos de autores como Alberto Caeiro, Eugénio de Andrade a Bíblia e a enciclopédia que bem conhecemos do Google, a Wikipédia.

São pois "quadros criados a partir de textos produzidos em sessões de escrita criativa e que formam um todo contínuo, apesar de não se contar uma história nem tão pouco se obedecer a uma estrutura convencional".


"Um maestro frustrado com o seu coro abre o espectáculo, seguindo-se cenas que variam desde reflexões sobre temas como a inspiração, o sonho, o sentimento, o medo, passando por diferentes comentários (simpáticos, desagradáveis e sarcásticos) a uma rapariga que se vê ao espelho; fala-se ainda de uma mulher antiga que "se espreguiça quando cumprimenta o mundo", joga-se com o relógio que "não nos deixa em paz", e ainda vemos um mesmo horóscopo aplicado em três versões completamente diferentes.
Sobra ainda tempo para se falar de poesia, de épocas de escassez, e para juntamente com o público, se cantar uma métrica aparentemente impossível. Discussões conjugais, críticas a vizinhos, memórias de "outros tempos" e até um concurso televiso cabem também nestes quadros que de uma forma ora séria ora divertida, tocam em questões marcantes da sociedade actual (o individualismo, a solidão, o desamor)".


A autoria é de criação colectiva e a encenação de Lina Paula Pinto que também interpreta com Elvira Silva, Isabel Coruche, Jorge Pires Silva, Manuela Martins, Paulo Almeida e Vitória Pato.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade