Temps d’ Images lembra programa até ao final de Outubro

por: Zita Ferreira Braga

Pedro Penim, M̶i̶g̶u̶e̶l̶ Bonneville, Henrique Furtado & Alaoun Marchal, Rita Natálio & João dos Santos Martins apresentam os seus espectáculos no Temps d'Images, até final de Outubro.

 

"Antes" de Pedro Penim estreia em Lisboa no dia 25 de Outubro, no Teatro da Trindade, numa apresentação única. Este espectáculo é uma viagem nostálgica por cidades ou países que podiam ser Portugal, de tão afundados numa dolorosa Saudade do passado.


Já M̶i̶g̶u̶e̶l̶ Bonneville apresenta pela primeira vez "A Importância de Ser Paul B. Preciado - Arquipélago", de 25 a 28 de Outubro, na ZDB Negócio. A importância de ser Paul B. Preciado é o quarto espectáculo do projecto “A importância de ser”, espectáculos concebidos em série, que têm como ponto de partida a vida e a obra de artistas e pensadores cuja relevância seja vital no percurso artístico de Bonneville.


Mantendo a linha distintiva do Festival, que procura possibilitar a partilha, visibilidade e circulação de novos trabalhos e artistas, esta 15ª edição aposta em nomes como Henrique Furtado e Alaoun Marchal, que apresentam “Bibi Ha Bibi”, um espectáculo de dança e performance e que será exibido na Rua das Gaivotas 6, de 26 a 28 de Outubro.


Na Fundação Leal Rios, nos dias 26 e 27 de Outubro, são apresentadas as duas sessões "10 Ans Prix Studio Collector | Le Fresnoy - Studio National", compostas por filmes premiados de alunos desta escola de Lille, França, uma das mais importantes escolas de artistas que trabalham a imagem em movimento.


No final do mês, de 27 a 29 de Outubro, Rita Natálio e João dos Santos Martins apresentam "Antropocenas" no São Luiz Teatro Municipal, uma colaboração entre os dois autores com a contribuição de diversos agentes nas áreas da ecologia, dança, antropologia e artes visuais.

A 15ª edição do Festival Temps d’Images, que começou no passado dia 13 de Outubro, prolonga-se até ao dia 05 de Dezembro 2017.

Ao todo são 26 apresentações, entre espectáculos, sessões de cinema, exposições, instalação e um lançamento de livro, que reúnem 37 artistas e colectivos nacionais e internacionais, em 13 espaços da cidade e Lisboa.


Os espaços que acolhem o Temps d'Images 2017 são: Appleton Square, Biblioteca de Marvila, Cinema Ideal, Fundação Leal Rios, Latoaria, Maria Matos Teatro Municipal, Mise en Scène, Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, Negócio ZDB, Rua das Gaivotas 6, São Luiz Teatro Municipal, Teatro da Trindade e Teatro Nacional D. Maria II.

O Temps d’Images é uma produção da Duplacena.

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade