BoCA- a primeira bienal de Arte Contemporânea em Portugal chega em Março

por: Zita Ferreira Braga

BoCA, a bienal de Arte Contemporânea que se instalará em Portugal de 17 de Março a 30 de Abril envolverá 38 instituições de Lisboa e Porto.

O teatro Nacional de D.Maria II foi palco na tarde de ontem da apresentação de BoCA, a primeira bienal de arte Contemporânea que decorrerá em Portugal de 17 de Março a 30 de Abril.

A BoCA – Biennial of Contemporary Arts, que cruzará artes cénicas e plásticas, performance e música em Lisboa e Porto já a partir de 17 Março, envolve 38 instituições e mais de 30 projectos, muitos dos quais em estreia. E quer “deixar entrar a diversidade”, como disse o seu director artístico e programador, John Romão.

Esta bienal decorrerá até 30 de Abril distribuída por 25 instituições nacionais e quatro estrangeiras, dos teatros nacionais aos museus de Arte Antiga e do Chiado, do novo MAAT ao Centro Cultural de Belém, passando pela Casa da Música e pelos Maus Hábitos, até aos franceses Théâtre Nanterre-Amandiers e Festival d’Automne à Paris, aos quais se juntam os 11 co-produtores e parceiros de acolhimento portugueses, do Theatro Circo, em Braga, ao Teatro Viriato, em Viseu, do Fórum Eugénio de Almeida, em Évora, ao Museu de Faro.


Vinte anos depois da sua primeira apresentação em Portugal, Shirtologie (1997), do bailarino e coreógrafo francês Jérôme Bel, regressou,  intercalando a apresentação de uma bienal que John Romão diz trazer a Lisboa e Porto 20 projectos de co-produção em estreia mundial e outros 15 em estreia nacional.

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade