Portimão: actividade artística e gastronómica no âmbito do “Programa 365 Algarve”

por: Zita Ferreira Braga

A partir de Outubro e até Maio de 2017, o Município de Portimão apresenta diferentes projetos artísticos aprovados no âmbito do “Programa 365 Algarve”, uma iniciativa conjunta dos Ministérios da Economia (com a Secretaria de Estado do Turismo) e da Cultura, financiada pelo Turismo de Portugal e concretizada pela Região de Turismo do Algarve, pelos agentes culturais locais e respetivos Municípios.

Fazer Render o Peixe em Portimão_ Museu de Portimão é um projecto onde a arte contemporânea e a gastronomia se cruzam em torno do mar e cultura do Algarve, propondo pela mão de artistas e chefs, de renome nacional e internacional, vários momentos de inesperada e criativa fusão entre sabores e artes visuais inspiradas na especificidade do território e riquezas marinhas da região.

O programa proposto pelo Município, através do Museu de Portimão, decorrerá durante oito meses, tendo esse equipamento como palco, e conta com a direcção artística da associação Aspas e Parênteses.

A dupla que marcará a abertura do ciclo “Fazer Render o Peixe em Portimão”, agendada para as 18:00 o dia 27 de Outubro, é composta pelo artista Kwame Sousa, autor da exposição “Um Olhar Sobre o Peixe Seco”, e pelo chef André Magalhães, responsável pelos aromas e sabores de uma Cataplana de Litão com Algas, recriação de um prato típico da região, que será dado a degustar aos presentes e se juntará à evocação das cores e tradição do peixe seco no Algarve, promovida pelas telas de grande formato do artista santomense.

Até ao dia 18 de Dezembro, em contraponto com a obra de Kwame Sousa, será apresentado o vídeo realizado por Tiago Pereira, videasta e divulgador conhecido pelo projecto “A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria”.
Trata-se do primeiro episódio da série “Esporão & A Comida Portuguesa a Gostar Dela Própria”, dedicado precisamente ao litão, preparado pela mão do chef, crítico e gastrónomo André Magalhães.

Nesta ocasião será dada a conhecer aos visitantes e jornalistas a programação, que até Maio trará ao Museu de Portimão exposições, momentos gastronómicos com assinatura de autor, instalação de trabalhos em pintura, escultura, fotografia e vídeo, a que se juntarão performances, jantares, demonstrações e acções promocionais dedicadas aos produtos do mar e da gastronomia regional algarvia.

Entrelaçados – Festival de Dança Contemporânea

O Festival de Dança Contemporânea, organizado pela Associação Dancenema, com o apoio da Câmara Municipal, volta a trazer ao palco do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, a conhecida e galardoada companhia de dança Quorum Ballet.

Entre 01 e 06 de Novembro a cidade celebra a expressão artística nas suas diferentes vertentes acolhendo, em vários palcos, os bailarinos, criadores e companhias que integram sete espectáculos e vários workshops que se entrelaçam com uma exposição de fotografia “Portimão, Dança e Arte”, da autoria de Cristina Cláudio e Dancenema, com inauguração marcada para as 16:00 do dia 01, na Casa Manuel Teixeira Gomes e uma Feira de Sabores, nos dias 04 e 06, das 15:00 às 22:00, na Casa das Artes.

Destaque para os espectáculos da companhia de dança contemporânea Quorum Ballet que no dia 05 de Novembro, pelas 21:30, traz ao TEMPO as obras “Excentric Concentric” + “Mesa” e para a peça da autoria de Maurícia Barreira Neves “This is not a love story. This is A and B”, que sobe ao palco do Pequeno Auditório, pelas 21:30 do dia 03.

O valor dos bilhetes para “This is not a love story. This is A and B” são de oito euros para o público em geral e seis euros para maiores de 65 anos, pessoas com deficiência e acompanhante, desempregados, estudantes, profissionais do espetáculo, menores de 30 anos e grupos de 10 pessoas ou mais. Já para os espetáculos “Excentric Concentric” e “Mesa”, o custo é de 10 euros com um desconto de dois euros para estudantes de dança.

Música Erudita _ TEMPO - Teatro Municipal de Portimão

O Concerto de Ano Novo, pela banda da Força Aérea, agendado para o dia 07 de Janeiro, pelas 21:30, marcará o início do ciclo de música erudita, que durante cincomeses levará até ao TEMPO – Teatro Municipal de Portimão vários espectáculos. Ainda nesse mês, destacamos, no dia 21 pelas 16:00, o bailado “Quebra-nozes”, pela Companhia de Dança do Algarve.

Em Fevereiro o mês é marcado, no dia 04 às 16:00, pelo espectáculo “Vila Lobos em movimento”, pela Academia de Música de Tavira e no dia 18, às 21:30, realiza-se a 1ª edição do Festival Piano do Algarve com um concerto a 4 mãos, por Mário Laginha e Armando Mota, acompanhados pela Orquestra Sinfónica Euro-Atlântica, sob a Direcção Artística do Maestro Osvaldo Ferreira.

Em Março o programa contempla todos os sábados, pelas 21:30, concertos que contam com a participação de vários pianistas de renome como Mário Laginha, Pedro Burmester, António Rosado, Armando Mota e Borja Otero.

Marialena Fernandes e Ranko Markovic são o duo de pianistas convidados a subir ao palco no dia 08 de Abril, pelas 21:30, e para encerrar o ciclo de espetáculos, nos dia 06 e 07 de Maio, entrará em cena a Companhia de Ópera do Porto, com Ópera de Mozart “Cosi fan Tutti”.

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade