Globos de Ouro: Marco Paulo foi galardoado com o prémio Mérito e Excelência

por: Ana Rita Durão

A XXI Gala dos Globos de Ouro teve hoje lugar no Coliseu dos Recreios que se encheu para celebrar os melhores momentos e os nomes mais marcantes da cultura portuguesa que se fizeram destacar ao longo de 2015.

O Coliseu dos Recreios recebeu ontem a XXI Gala dos Globos de Ouros, organizada pela SIC e pela Caras. O que de melhor se fez em Portugal nas categorias de Cinema, Teatro, Moda, Desporto e Música ao longo de 2015 foi premiado num espectáculo em que a cultura foi o foco de atenção, numa noite em que, além de diversos momentos de humor, de música e de revelação dos prémios, foram homenageados artistas que partiram em 2015 e em 2016.


Bárbara Guimarães foi pela 11.ª vez a anfitriã de um espetáculo incontornável, guiando o público ao longo de uma noite de brilho, de destaque para a manifestação artística portuguesa e para o talento nas mais diversas áreas. A apresentadora apareceu na primeira parte da gala vestida por Nuno Baltazar, numa criação inspirada na apresentadora e "(...) em todas as mulheres portuguesas", segundo o próprio estilista. Filipe Faísca criou um vestido preto com pedras, cuja inspiração foi Prince, também ele homenageado na gala por Ana Moura que cantou "Purple Rain".

A noite começou ainda fora do Coliseu, na passadeira vermelha, e a gala propriamente dita teve início às 22:10 horas, com uma actuação vibrante de Luciana Abreu, com uma letra alusiva aos Globos e em português. Actuação esta encarada como "incrível", segundo Raquel Strada e Mariana Monteiro. Logo após a abertura, Bárbara Guimarães saudou o público e não deixou de mencionar a vitória conseguida pelo Benfica, que várias vezes foi referida e aplaudida ao longo da gala.


A primeira categoria relativamente à qual foram conhecidos os vencedores do galardão foi a categoria Cinema. Mariana Pacheco e João Reis foram os primeiros a iniciar uma entrega de 16 prémios. O prémio por eles entregue foi o de Melhor Actriz, destinando a Victoria Guerra que apareceu de vestido vermelho e que se mostrou emocionada aquando do discurso. Disse querer "partilhar isto com a equipa do Amor Impossível".
O prémio de Melhor Actor foi atribuído a José Mata, também ele actor em Amor Impossível, que disse ter "(...) uma equipa maravilhosa (...)" e fez questão de dedicar o prémio à família e aos amigos, como fizeram quase todos os galardoados esta noite.
Ainda na categoria Cinema, "As Mil E Uma Noites", de Miguel Gomes, foi eleito o Melhor Filme de 2015. O realizador não esteve presente mas o Globo foi recebido com alegria por alguns dos actores que fizeram parte do projecto.

Antes de chegar à categoria Teatro, Luís Franco Bastos fez a sua primeira intervenção da noite em que imitou Cristiano Ronaldo e Francisco Pinto Balsemão, e em que procurou – acertadamente – fazer o público rir através de referências ao trabalho de Daniel Oliveira e às lágrimas de Áurea em Alta Definição.
Depois de muitas gargalhadas, o público dançou ao som de "Tempo É Dinheiro" na voz de Agir, que foi condecorado com o Globo de Ouro para Melhor Intérprete Individual. Bárbara Guimarães descreveu o artista como "O homem do momento na música portuguesa".
Após o intervalo, os The Gift cantaram Clássico, música presente no novo álbum comemorativo dos 20 anos da banda.


Na categoria Teatro, Ricardo Pereira e a actriz brasileira Regina Duarte entregaram a Maria Rueff o prémio de melhor actriz.
Paula Lobo Antunes subiu ao palco para receber e agradecer o Globo de Ouro de Melhor Actor atribuído a Marco D'Almeida que não pôde estar presente.
Quanto ao prémio Melhor Peça/Espectáculo, Tónan Quito viu o seu trabalho enquanto encenador recompensado quando ouviu o nome da sua peça "Ricardo III" ser dita por Isabel Abreu e Miguel Guilherme.
O encenador agradeceu o prémio mas pediu ao público que, mais do que bater palmas, enchesse as salas de teatro - "As palmas não chegam, (...) é preciso pegarem nessas palmas todas e irem para as salas!".


O público aplaudiu de pé a actuação de Mariza Liz, que cantou "Rosa Sangue", com o intuito de homenagear os artistas e desportistas que faleceram em 2015 e durante estes primeiros meses de 2016. Além da voz da vocalista dos Amor Electro, o momento foi acompanhado de imagens dos homenageados, de entre os quais podemos destacar nomes como Filipa Vacondeus, Herberto Helder, Manuel de Oliveira, Nuno Melo, Delfina Cruz, José Boavida e Nicolau Breyner, entre outros.


O prémio Revelação foi entregue por Victória Guerra e Tiago Teotónio Pereira a Mariana Pacheco, celebrando o bom momento profissional que a actriz tem vivido, especialmente com o papel de destaque que tem na novela da SIC Coração D'Ouro. A actriz dedicou o prémio à sua mãe e a Rita Blanco. No entanto, mostrou-se surpreendida com a distinção e fez questão de agradecer à equipa com quem trabalha.

Depois da entrega, Luís Franco Bastos teve alguns minutos para encher o Coliseu de gargalhadas, imitando desta vez o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comparando-o com Kim Kardashian - "Marcelo Rebelo de Sousa é a nossa Kim Kardashian (...) é o Keeping Up With Marcelo", referindo-se à campanha e aos primeiros meses de Marcelo na Presidência da República.

Aquando do intervalo, Rui Reininho e Daniela Hanganu ansiavam por saber os resultados das categorias para as quais estavam nomeados, respectivamente. "Quero descobrir se ganhei um Globo de Ouro", disse o vocalista dos GNR, banda nomeada para o prémio de Melhor Grupo na categoria Música, prémio este que foi atribuído (mas não entregue em mãos) aos D.A.M.A.

A modelo internacional Daniela Hanganu revelou que já tinha saudades de Portugal, de estar junto dos seus e que ser nomeada para os Globos de Ouro já era motivo de felicidade - "Sinto-me muito honrada por estar aqui". Disse sentir-se nervosa mas ao mesmo tempo esperançosa relativamente ao facto de poder ganhar o prémio de Melhor Modelo Feminino 2015, prémio que acabou por perder para Sara Sampaio que não esteve presente na gala.

Acabado o intervalo, o foco passou a estar na Moda.
Além do já mencionado prémio de Melhor Modelo Feminino, Gonçalo Teixeira foi considerado o Melhor Modelo Masculino de 2015, recebendo o prémio em mãos por Joana Ribeiro e João Jesus. Apesar dos criadores dos vestidos da apresentadora estarem ambos nomeados para o Globo de Ouro de Melhor Estilista, viram-no ser entregue a Luís Buchinho.

Fechada a entrega de prémios nesta categoria, Luís Franco Bastos actuou novamente, seguido de Dengaz com "Dizer Que Não", música nomeada para o prémio de Melhor Música de 2015 mas que foi dado a Ana Moura pela sua música "Dia De Folga".

Vanessa Giácomo e Carmo Dalla Vecchia revelaram a Melhor Desportista Feminina: Telma Monteiro, atleta de judo.
O Melhor Desportista Masculino foi Cristiano Ronaldo que, mais uma vez, não esteve presente. Ainda que grande parte da plateia se mostrasse simpatizante do Benfica que se havia tornado campeão umas horas antes com Rui Vitória no comando da equipa, foi uníssono o aplauso a Jorge Jesus, que ganhou o Globo para Melhor Treinador.

Para terminar a noite, Francisco Pinto Balsemão subiu ao palco do Coliseu dos Recreios e revelou o nome ao qual foi atribuído o Globo de Ouro de Mérito e Excelência: Marco Paulo viu a sua carreira de 50 anos e de mais de 70 discos ser enaltecida ao som da orquestra dirigida por Nuno Feist que tocou "Maravilhoso Coração" e acompanhada de imagens que iam desde a sua infância até ao momento actual, passando por momentos marcantes da vida do artista. Marco Paulo, adorado por gerações, caminhou até ao palco com a calma que lhe é característica, vestido de azul escuro, saudando as pessoas ao seu redor. Já no palco, o cantor afirmou querer "(...) partilhar este prémio com os jovens cantores portugueses e com os refugiados espalhados pelo mundo". Dada a atribuição, a plateia levantou-se para aplaudir mais do que o artista, o homem.
Foi com este momento que Bárbara Guimarães se despediu e deu por encerrada a XXI Gala dos Globos de Ouro, incitando a curiosidade dos portugueses para conhecerem os premiados da próxima gala, que terá lugar no próximo ano.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade