Crato em festa com Mosteiro recuperado!

por: Zita Ferreira Braga
Crato em festa com Mosteiro recuperado!

A Câmara Municipal do Crato e a Direcção Regional de Cultura do Alentejo promovem, a 3 de Julho, a reabertura ao público do Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa, no Crato.

Do programa consta a Sessão Oficial de Abertura e Assinatura do Protocolo de Colaboração entre as duas entidades supracitadas, visita aos espaços requalificados, Inauguração do Núcleo de Escultura do Museu Nacional de Arte Antiga e da Exposição “Flor da Rosa – Escultura de João Cutileiro”.

Culminando um conjunto alargado de acções de investigação, recuperação e valorização realizados no Mosteiro de Santa Maria da Flor da Rosa, o monumento é agora aberto ao público visitante com uma área de Acolhimento e Interpretação onde são disponibilizados diferentes serviços de apoio que permitirão, quer uma melhor compreensão de toda a história deste sítio, quer as condições adequadas de recepção.

Por esta ocasião será assinado um acordo de colaboração entre a Direcção Regional de Cultura do Alentejo e a Câmara Municipal do Crato que contemplará a instalação do Posto de Turismo da Flor da Rosa no Mosteiro, bem como a responsabilidade partilhada entre estas duas entidades na gestão do monumento.

O Mosteiro da Flor da Rosa foi objecto de um conjunto de acções integradas, no âmbito do Programa Operacional da Cultura, levado a cabo pela Direcção Regional de Cultura do Alentejo e pelo  IGESPAR, que abrangeram, a investigação, a conservação e restauro, a requalificação da visita pública, e a produção de material de divulgação e informação.

De entre as várias componentes do projecto cultural definido para a Flor da Rosa deve destacar-se a instalação de um Núcleo de Escultura do Museu Nacional de Arte Antiga resultante de um protocolo de colaboração estabelecido entre o Instituto dos Museus e da Conservação e o Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico  que faz transferir para um Monumento, parte de um conjunto de peças de um Museu.

Este núcleo irá ocupar as salas envolventes ao claustro do Mosteiro, especialmente adaptadas para o efeito, e é constituído por um conjunto de esculturas em pedra, de temática Mariana, executadas entre os séculos XV e XVIII. A exposição é acompanhada por um catálogo.

A Intervenção de Recuperação e Valorização do Mosteiro de Santa Maria da Flor da Rosa  pretendeu essencialmente produzir efeito nos espaços que se conservam sob gestão directa do Ministério da Cultura, alguns dos quais serão de uso comum ao  Monumento e à Pousada aqui instalada.
Para estes espaços foi definido um plano de actividades e serviços que serão colocados à disposição do público, quer por iniciativa da Direcção Regional de Cultura do Alentejo, quer em articulação com as demais entidades presentes no terreno e aqui especialmente com a Câmara Municipal do Crato.
O projecto foi pensado  tendo em conta que uma boa parte do edifício sofreu obras de adaptação e ampliação, em 1994/1995, para poder receber a Pousada da Flor da Rosa.

São colocados à fruição pública os seguintes espaços:

Área da acolhimento de visitantes, bilheteira e loja do Monumento;

Exposição interpretativa do conjunto monumental;

Igreja

Sacristia

Coro-alto e acesso à torre sineira (acesso condicionado)

Claustro

Mídia

NULL

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways

Actualidade