Estoril Sol prorroga entrega de originais ao Prémio Agustina

por:
Estoril Sol prorroga entrega de originais ao Prémio AgustinaDestinado a jovens talentos - todos com emnos de 36 anos - o Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís, com o valor de 25.000 euros, foi criado o ano passado, mas não foi entregue por "falta de qualidade", argumentou o júri. Este ano, apesar da meia centena de originais já entregues, o prazo é alargado. Há falta de talentos ou é de facto um critério muito exigente? O nome que aapdrinha do Prémio assim o exige de facto para além do prestígio da Estoril-Sol que entrega anualmente o Prémio Fernando Namora a romances publicados.

O prazo para entrega dos originais concorrentes ao Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís foi prorrogado até 31 de Maio, segundo a Lusa que cita uma fonte da Estoril-Sol que o instituiu o ano passado. Criado em Outubro do ano passado, o Prémio não foi atribuído dada a "falta de qualidade das obras a concurso", segundo o júri que foi presidido pelo escritor Vasco Graça Moura. O autor de "O enigma de Zulmira" volta este ano a presidir ao júri.
O Prémio tem o valor pecuniário de 25 000 euros e visa distinguir uma primeira obra de um autor até 35 anos.
A mesma fonte disse à Lusa que a prorrogação da data se deve "aos muitos pedidos recebidos por parte dos concorrentes". A mesma data marca o limite para entrega de romances publicados que se candidatem ao Prémio Fernando Namora, também da Estoril-Sol e com igual valor pecuniário.
A Lusa informa que foram já recebidos mais de 50 originais candidatos ao Prémio Agustina Bessa-Luís.
O Prémio com o nome da autora de “A corte do Norte”, foi lançado no quadro das comemorações do cinquentenário da Estoril-Sol, visando distinguir, anualmente, um romance inédito de autor português, sem qualquer obra publicada no género e com idade não superior a 35 anos.
A Estoril-Sol celebrou um acordo de parceria com a Gradiva, que editará a obra vencedora, para viabilizar este galardão.

(AC)

Mídia

NULL

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade