Portugueses estagiam em 28 países

por:
Portugueses estagiam em 28 paísesAs bolsas foram criadas pelo Governo no ãmbito do programa INOB-ART que permite a 242 jovens irem estagiar, em diferentes áreas artísticas e culturais, a países tão próximos como Espanha ou tão longíquos como a Índia e a China. O objectivo deste programa é promover a qualificação específica e a integração, por um período que pode ir dos três aos nove meses, de jovens em organizações profissionais no estrangeiro e contribuir para o desenvolvimento de projectos, em cooperação internacional, por parte dos estagiários, com incidência no âmbito europeu, e nos espaços lusófono e ibero-americano.
242 jovens portugueses irão estagiar no estrangeiro, em 28 países, no âmbito do programa INOV-ART, de apoio a jovens que permite a realização de estágios em entidades internacionais de referência no domínio das artes e cultura, noticia a Lusa.
Segundo a agência noticiosa que cita o Ministério da Cultura, a concurso apresentaram-se 2019 candidaturas.
Segundo nota do Ministério da Cultura, os estágios têm a duração de três a nove meses, e serão frequentados por mais 42 jovens do que o previsto.
O programa apresentado em Janeiro previa a colocação de 200 jovens mas "de modo a gastar a verba que estava alocada para 200 vagas a nove meses, o tempo que sobrou, permitiu que sejam enviados 242 estagiários no total", esclarece a nota ministerial.
Este programa visa estimular a inserção profissional e internacionalização dos jovens e destina-se a jovens que tenham entre 18 e 35 anos, que estejam desempregados ou à procura do primeiro emprego e que possuam qualificação específica do domínio cultural e artístico.
Os estágios distribuem-se pelas seguintes áreas: Arquitectura, conservação e restauro; artes performativas, artes visuais; cruzamentos artísticos; cinema e audiovisual; escrita e edição; gestão, indústrias criativas e marketing cultural; design; e serviços educativos.
Cinema e audiovisual com 44 estágios, arquitectura, conservação e restauro com 43, e design com 36 foram as áreas com o maior número de jovens.
O objectivo deste programa é promover a qualificação específica e a integração, por um período que pode ir dos três aos nove meses, de jovens em organizações profissionais no estrangeiro e contribuir para o desenvolvimento de projectos, em cooperação internacional, por parte dos estagiários, com incidência no âmbito europeu, e nos espaços lusófono e ibero-americano.
Espanha, Alemanha e Brasil são os países que mais candidatos acolhem, respectivamente 52, 28 e 25.
Quanto ao número de instituições, Espanha e Alemanha também lideram com 40 e 26 respectivamente, seguidas em terceiro pelos Estados Unidos, onde os 21 jovens são acolhidos por 20 entidades.
Além destes países a lista de 28 Estados inclui, entre outros, Argentina, Cabo Verde, Venezuela, Países Baixos, Índia, Rússia, Moçambique, México, Suécia, China, e Luxemburgo.
(ES)

Mídia

NULL

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade