Dança contemplada com cerca de dois milhões euros

por:
Dança contemplada com cerca de dois milhões euros

O programa de apoio directo às artes para 2009 promovido pela Direcção-Geral das Artes (DGA) vai atribuir 1,9 milhões de euros a 23 entidades da área da dança no país, segundo os resultados finais do concurso.

Este programa de apoio directo às artes da DGA estende-se ainda à área de cruzamentos disciplinares, artes plásticas e fotografia, teatro e música, conta com uma verba global de 19,45 milhões e recebeu no ano passado 260 candidaturas, das quais 194 foram contempladas.

Depois da divulgação dos resultados finais para as áreas de artes plásticas e fotografia, foram hoje inscritos no sítio www.dgartes.pt os apoios concedidos pela DGA, e já homologados, para a área da dança, que dizem respeito a 23 entidades das regiões Norte (NOR), Centro (CENT), Lisboa e Vale do Tejo (LVT), Alentejo (ALE) e Algarve (ALG).

Uma comissão de apreciação - composta por Amélia Rodrigues Bentes, Ana Cristina Marques Vicente, Luís Filipe Carraça da Silva e Rosa da Silva Fernandes e Sousa - analisou 28 candidaturas da área da dança, tendo ficado excluídas cinco: A Menina dos Meus Olhos (LVT), a CPCB-Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo (LVT), a Objecto Ansioso - Companhia Rui Lopes Graça (LVT), a Cursos de Dança Associação (LVT), e a BCC-Beliaev Centro Cultural (ALG).

Contactada pela Agência Lusa, fonte da DGA esclareceu que, das cinco entidades excluídas, apenas a Companhia Rui Lopes Graça tinha recebido apoio em 2008.

Das 23 entidades apuradas para receber apoio em 2009, quatro não tinham recebido em 2008 e recebem este ano: a Zone Quorum Ballet (LVT), a Companhia Instável-Associação (NOR), a Máquina Agradável (LVT), e a Vórtice Dance (LVT).

A mesma fonte indicou que, em 2008, neste programa de apoio directo foram distribuídos 1,545 milhões de euros por 19 entidades da área da dança, enquanto que em 2009 a verba subiu 25 por cento, para 1,925 milhões a distribuir por 23 entidades agora seleccionadas.

No topo das classificações atribuídas pela comissão de apreciação às candidaturas das várias estruturas da dança surgem o Rumo do Fumo (LVT), Re.al (LVT), Nome Eira (LVT), Fórum Dança (LVT), Núcleo Experimentação Coreográfica (NOR), Companhia Clara Andermatt (LVT), Arte Total (NOR), Companhia de Dança de Évora (ALE) e Jangada de Pedra (LVT).

Na lista de contemplados estão também a Companhia Paulo Ribeiro (CENT), a Companhia Olga Roriz (LVT), a Companhia de Dança de Almada (LVT), Passos e Compassos-Dançarte (LVT), Bomba Suicida (LVT), Pé de Xumbo (ALE), Associação Cultural Bailado Contemporâneo Alcobaça (LVT), Ballet Contemporâneao Norte (CENT), Fábrica de Movimentos (NORT) e Companhia de Dança de Aveiro (CENT).

Para 2009 os montantes atribuídos por entidade variam de acordo com o projecto, desde o mais baixo - cerca de 25 mil euros - para a Máquina Agradável, até ao mais elevado - cerca de 136 mil euros - para o Rumo do Fumo.

Mídia

NULL

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade