Ao que leva a crise! Nem os fosseis escapam!

por: Zita Ferreira Braga
Ao que leva a crise! Nem os fosseis escapam!Um dos 16 mais importantes geomonumentos do Geopark Naturtejo da Meseta Meridional foi roubado da Herdade da Coutada.

Foi a Presidente da Câmara de Vila Velha de Rodão, Maria do Carmo Sequeira, quem alertou para o desaparecimento do fossil, aquando de uma visita que fez ao local na passada semana.
A pedido da autarca, as autoridades policiais já se encontram a investigar este roubo ao património regional, em vias de ser classificado como de importância Municipal.

Trata-se de um tronco fóssil pertencente à espécie Annonoxylon teixeirae (da família das Anoneiras, árvore que só existe actualmente a latitudes tropicais).  A descoberta terá ocorrido no início dos anos noventa num local denominado  Charneca e foi transportado para junto do Monte da Coutada, onde podia ser visitado.

Este fóssil tinha um valor comercial mínimo mas o valor patrimonial para toda a região era inestimavel. Convém não esquecer que tinha uma iddade superior a 5 milhões de anos.

O tronco petrificado roubado tinha quase 2 m de comprimento por 1 m de diâmetro, com o peso teórico de 15 toneladas, o que implica que o roubo terá sido planeado com recurso a uma retroescavadora e a um pequeno camião. 

No mesmo período em que se deu o roubo, investigadores do Geopark Naturtejo apresentavam um trabalho sobre a importância dos raros troncos fósseis encontrados em Vila Velha de Ródão, apontando para aspectos preservados no fóssil agora desaparecido que ainda não eram bem conhecidos, mesmo a nível internacional. 

Segundo os investigadores do Geopark o tronco fóssil da Herdade da Coutada faz parte do inventário nacional de geossítios geridos pelo Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade.

Se viu o fóssil que se mostra na fotografia não hesite em entrar em contacto com a Naturtejo: é a propriedade de todos e das futuras gerações que está a ser usurpada para lucro de alguns!

Mídia

NULL

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade