Escola de Artes da Universidade Católica lança revista

por:
Escola de Artes da Universidade Católica lança revista

O cineasta Wim Wenders, o sociólogo António Barreto e o arquitecto Nuno Portas são algumas das personalidades que participam no número inaugural da revista EASI, que a Escola das Artes da Universidade Católica do Porto lança a 05 de Março.

Apesar dos importantes contributos externos, o corpo editorial da EASI é constituído por alguns docentes e alunos do 3/o ano da Licenciatura do curso de Som e Imagem da Escola das Artes do Porto.

A nova publicação, de periodicidade anual, promove neste primeiro número "uma reflexão sobre a importância das referências na actividade criadora, entendendo que esta existe em diversos campos disciplinares, tanto no domínio das artes, como no das ciências e das letras", explicou a coordenadora da EASI.

Alexandra Serapicos referiu à comunicação social que o objectivo primordial é fazer da EASI uma revista plural que promova o debate e a reflexão em torno de um determinado tema, que neste primeiro número versa sobre o eixo temático "Referências".

"A EASI é uma revista que, embora de âmbito académico e fundada internamente, promove um debate dinâmico e participado com a comunidade exterior, seja ela académica ou profissional", sustentou.

Para tal, recolheu o "contributo generoso" de especialistas de diversas áreas, nacionais e internacionais.

Esta primeira edição inclui uma entrevista ao arquitecto Nuno Portas, um conjunto de ensaios de diversos autores, entre os quais a filósofa Maria Filomena Molder, o geógrafo Álvaro Domingues e a escritora e critica cinematográfica australiana, Deb Verhoeven.

Integra também a apresentação de alguns projectos recentes ou em curso na área do cinema, animação, fotografia, som e artes digitais e ainda uma secção com textos e imagens do cineasta Wim Wenders, do sociólogo António Barreto, do artista plástico António Olaio, do poeta/ensaísta José Tolentino Mendonça, do mestre de animação checo Jan Svankjmajer, do cineasta Edgar Pêra, do fotógrafo catalão Joan Fontcuberta, do músico Carlos Zingaro e do arquitecto espanhol Moisés Puente, entre outros.

"São autores provenientes de geografias, ofícios e gerações diferentes e a quem foi solicitada uma reflexão sobre a importância das referências na actividade criadora. Maioritariamente são escritos curtos acompanhados de uma imagem também proposta pelo autor", acrescentou a responsável da nova publicação.

Na secção "Homenagem", a figura em destaque é o realizador Manoel de Oliveira, que em Dezembro fez 100 anos.

A revista inclui ainda um poster onde se mostra um conjunto de pares de imagens que propõem "um jogo de referências, repetições, apropriações ou homenagens, incidindo sobre todas as áreas da criação possíveis de materializar em imagem", salientou Alexandra Serapicos.

Cinema, fotografia, pintura e escultura estão maioritariamente presentes.

Mídia

NULL

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade