Crise Covid 19 obriga a venda de hotéis nas Canárias

Crise Covid 19 obriga a venda de hotéis nas Canárias
Divulgaçã

A situação crítica a que chegou o Turismo devido à Covid 19 acelerou a venda de Hoteis nas Ilhas Canarias

 

A crise turística em Espanha obrigou muitos hoteleiros a tentar libertar-se dos seus negócios procurando actividades económicas mais rentáveis.

Neste momento estão à venda nas Canarias sessenta hotéis, sobretudo na Gran Canaria, com preços que chegam aos 30 milhões de euros.

A situação crítica do turismo resultante da epidemia do coronavírus que agora ameaça bloquear a temporada alta do arquipélago, acelerou a venda de hotéis, especialmente dos pequenos e médios que já tinham dificuldades para conseguir um volume de clientes que criem sinergia e economias à escala.

O preço destes hotéis varia entre um milhão de euros para um estabelecimento pequeno, de categoria inferior, o mais frequente, aos dez milhões de euros, para hotéis de mais de 50 quartos, com piscina.


As propriedades mais vendidas, ou seja com menos capacidade de gerar investimento ficam na Playa del Ingles, Puerto Rico até mesmo Las Palmas, enquanto que a oferta diminui em Tenerife e Lanzarote. Há ainda poucas unidades em venda em Fuerteventura
A crise turística em Espanha obrigou muitos hoteleiros a vender as suas unidades procurando uma actividade mais rentável. Os Hoteis em venda surgem sempre mas estes momentos de ausência de entradas apanharam no pior momento aqueles que se haviam endividado para aumentar a sua oferta ou para melhorar a qualidade, o que conduz a uma procura de liquidez rápida para não serem apanhados numa teia de embargos.

A decisão da Alemanha e do Reino Unido em paralisar o turismo internacional com o objectivo de combater a expansão do vírus, foi a gota de água para o surgir de uma crise que se arrastava no arquipélago desde a passada semana Santa.

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade