MSC Cruzeiros foi eleita como ‘Greenest Shipowner of the Year’

O Forum Global de Transportes e Portos Sustentáveis reunido em Copenhaga decidiu atribuir à MSC Cruzeiros ‘Greenest Shipowner of the Year’ Neptune Award 2019


A indústria marítima global reconheceu os esforços de sustentabilidade de longa data da MSC Cruzeiros com o ‘Greenest Shipowner of the Year’ Neptune Award 2019.

O prémio foi apresentado no Fórum Global de Transportes e Portos Sustentáveis, que decorreu em Copenhaga, na Dinamarca.

O ‘Greenest Shipowner of the Year’ é concedido anualmente a uma companhia de navegação que “demonstrou excelência na redução do impacte ambiental da operação diária da sua frota, implementando tecnologias e práticas de última geração, que impulsionam o sector marítimo em direção a um futuro sustentável.”


Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da MSC Cruises, comentou, “Estou particularmente satisfeito pelo facto dos nossos colegas de toda a indústria naval terem reconhecido o nosso compromisso permanente e de longa data de proteger o ambiente em que operamos, com especial atenção para as comunidades das cidades portuárias onde os nossos navios fazem escala. O nosso percurso tem sido - e continuará a ser - baseado em factos de melhoria contínua, com o enfoque na minimização e redução contínua da pegada ambiental das nossas operações - tanto no mar, como em terra. Desde a redução de emissões até à eficiência energética e à gestão de resíduos e das águas residuais, estamos a equipar e a modernizar toda a nossa frota com algumas das mais recentes soluções disponíveis no mercado, enquanto impulsionamos o desenvolvimento - e o investimento - em  tecnologias cada vez mais avançadas.”

O Comandante Minas Myrtidis, Vice President Environmental Operations & Compliance da MSC Cruises, recebeu o prémio em Copenhaga, enquanto participava no Fórum Global de Transportes e Portos Sustentáveis.
Perante a situação Minas Myrtidis comentou: “É uma verdadeira honra receber este prémio em nome da MSC Cruzeiros. Dia após dia, desenvolvemos e implementamos novas tecnologias, políticas e práticas ambientais para melhorar continuamente o nosso desempenho ambiental.”


A MSC Cruzeiros ao alinhar num processo de melhoria contínua para alcançar o "impacto zero" no futuro tem avançado com inúmeras iniciativas de forma a continuar a diminuir e a minorar o seu impacto no meio ambiente, desenvolvendo e implementando tecnologias marítimas de modo a preservar e proteger o meio ambiente em toda a sua frota.


O principal enfoque diz respeito à melhoria da qualidade das emissões atmosféricas, pelo que 74% da capacidade de passageiros da MSC Cruzeiros já está abrangida por sistemas híbridos inovadores de limpeza de gases de exaustão.

Até 2021, toda a frota estará equipada com estes sistemas.

Por outro lado, a MSC Cruzeiros está a fazer um investimento de cinco mil milhões de euros em cinco navios movidos a Gás Natural Liquefeito (LNG) que serão inaugurados entre 2022 e 2027.

Além disso, todos os navios de cruzeiro da companhia lançados a partir de 2017 estão aptos a "ligar-se" à rede eléctrica local em cada porto.
A Companhia está preparada para instalar essa tecnologia em navios anteriores, assim que a energia dos cais se torne amplamente disponível nos diferentes portos de cruzeiro.

     

Há mais de 10 anos, a MSC Cruzeiros equipou os seus navios com sistemas avançados de tratamento de águas residuais que purificam essas mesmas águas residuais praticamente até à qualidade da água da torneira. Todos os navios da frota estão equipados com sistemas modernos para reduzir, reciclar e reutilizar resíduos sólidos. Além disso, foi eliminada uma extensa gama de itens de plástico de uso único a bordo.


Os Neptune Awards foram criados por ALJ Groups para reconhecer as organizações e indivíduos mais dedicados à navegação sustentabilidade. Os nomeados são sugeridos online por profissionais da comunidade marítima que representam companhias de navegação, portos e fabricantes. Os vencedores finais são seleccionados através do voto de 150 executivos marítimos de alto nível ao longo de várias reuniões à porta fechada.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade